O grupo Trofa Saúde e o Sindicato dos Funcionários Judiciais (SFJ) já assinaram o protocolo que abrange 30 mil beneficiários. O presidente do Sindicato, Fernando Jorge Fernandes, adiantou que este protocolo era "quase tão importante, talvez até mais, do que um acordo salarial."

   Mais 30 mil beneficiários, do Sindicato dos Funcionários Judiciais terão a partir de agora acesso aos serviços do Grupo Trofa Saúde, detentor de vários estabelecimentos de saúde entre os quias o Hospital da Trofa.

O objectivo desta rede é possibilitar aos seus associados e familiares o acesso, em condições vantajosas, a um conjunto de serviços prestados pelos hospitais e clínicas privadas pertencentes ao grupo Trofa Saúde. O contrato abarca todas as unidades em funcionamento, o Hospital Privado da Trofa, as Clínicas da Maia, Paços de Ferreira e Senhora das Dores na Trofa, o Hospital Particular de Lisboa e o Instituto de Radiologia Doutor Pinto Leite. As restantes unidades que vierem a integrar o grupo no futuro passam também a fazer parte deste protocolo.

Satisfeito com esta ligação, José Vila Nova, Presidente do Conselho de Administração do grupo Trofa Saúde, esclareceu os objectivos desta ligação: "Este acordo visa facilitar o acesso dos funcionários judiciais aos cuidados de saúde". "Compreendemos as dificuldades que surgiram recentemente em virtude das alterações legislativas e daí a razão de ser deste protocolo", acrescentou.

Visto que as actuais medidas do Governo levaram à perda de benefícios por parte dos funcionários judiciais e seus familiares, estes agora estão integrados numa rede de assistência médica – "Assistência Médica do Sindicato dos Funcionários Judiciais".

Como referiu o Presidente do Sindicato, este protocolo "é o primeiro passo de uma acção que o sindicato resolveu levar a cabo na sequência das alterações que decorreram há cerca de três anos". "O aspecto da saúde foi o que mais nos penalizou", afirmou Fernando Jorge Fernandes.

De referir que na assinatura do protocolo estiveram ainda presentes os Administradores de todas as Unidades (Hospitais, Clínicas e Institutos) dedicadas ao sector da saúde deste grupo.