Jovens trofenses representaram o concelho e o país nas Jornadas Mundiais da Juventude, que decorreram em Espanha.

Das Jornadas Mundiais da Juventude que decorrem em Madrid, capital espanhola, de 11 a 21 de agosto, muitos só recordam os tumultos que surgiram nas notícias, provocados pela população local. No entanto, para os centenas de milhares de jovens que se concentraram em Madrid oriundos de todo o mundo estes dias foram únicos e marcados pela fé cristã.

A Trofa também esteve representada com cerca de duas dezenas de jovens das freguesias de Muro, Santiago de Bougado, S. Martinho de Bougado e S. Mamede do Coronado.

A Juventude Sem Fronteiras do Muro enviou seis elementos até à capital vizinha. Segundo quem viveu de perto todos os acontecimentos, “os tumultos lá vividos foram provocados por um pequeno grupo de jovens descontentes e sem ideais, como infelizmente, os muitos que proliferam neste momento de crise por toda a Europa”.

“Quem teve o privilégio de poder participar nas Jornadas pode relatar que o que lá se passou nada teve a ver com tumultos, nem com violência gratuita, mas sim com a partilha dos ideais de juventude, cheios de vida, envolvidos por uma fé jovem e sempre em construção, que não se deixou prender por fronteiras, nem línguas, numa demonstração de como os povos poderão viver em conjunto, independentemente das suas crenças e origens”, defendem os jovens murenses.

Ao todo, foram 1200 os jovens portugueses que participaram nesta iniciativa e que ouviram “testemunhos do Cardeal Patriarca de Lisboa e de muitas outras pessoas com tanto a dizer”. “Podemos lembrar também a vigília, com dois milhões de jovens, em Cuatro Vientos. Aí verificamos o ponto alto de interculturalidade e troca de experiências entre gente de todo o mundo”, recordam.

Para participarem neste encontro mundial de jovens, os elementos da Juventude Sem Fronteiras do Muro contaram como o apoio de “uma mão cheia de benfeitores locais, da Junta de Freguesia do Muro e Câmara Municipal”, que permitiram aos jovens “viver uma experiência enriquecedora”.

O Agrupamento de Escuteiros de Santiago de Bougado também esteve presente nestas jornadas com 11 elementos. O dirigente do clã teve a oportunidade de estar a participar pela segunda vez nas jornadas, uma vez que já tinha estado em Roma. Já os seus caminheiros eram novatos nestas andanças, mas no final o balanço foi positivo. “A experiência foi muito boa. Eles gostaram muito de estar em contacto com jovens de 193 países e estarem no meio de um milhão de pessoa.s

Uma vez que o lema das jornadas foi a fé, eles vieram com mais convicção nos seus ideais”, referiu o dirigente do clã.

Estes 11 escuteiros vieram de Madrid com “ a vontade de começar angariar fundos já em setembro para ir às próximas jornadas da juventude” que se vão realizar no Rio de Janeiro, Brasil, em 2013.

 

{fcomment}