Para assinalar o Dia Internacional da Mulher, comemorado a 8 de Março, a Casa da Cultura da Trofa acolhe, no mesmo dia, o “Chá Cultural”, pelas 17 horas, numa iniciativa que irá reunir individualidades dos vários quadrantes da sociedade local e onde será debatido o papel social da mulher.

À conversa vão estar Bernardino Vasconcelos, Presidente da Câmara Municipal da Trofa, António Pontes, Vereador da Cultura da Câmara Municipal da Trofa, Luciano Lagoa, Pároco da Paróquia de S. Martinho de Bougado, a professora Helena Fontes, a empresária Helena Maia e a cantora Clara Leitão. Os temas que irão integrar o encontro serão relacionados com cultura, economia, educação, entre muitos outros, sendo também debatido o papel feminino na sociedade, quer pelas próprias mulheres, quer pela perspectiva dos homens.

Em nota enviada à imprensa, a autarquia da Trofa refere que “o ‘Chá Cultural’, a realizar pela primeira vez no concelho, vai permitir uma maior dinamização da Casa da Cultura da Trofa, onde se espera a presença de muitos trofenses para assistir e participar na ‘conversa'”. Os presentes terão também a hipótese de visitar toda a Casa da Cultura e usufruir das potencialidades que esta oferece.

 

Ainda para comemorar o dia dedicado à Mulher, a Câmara Municipal da Trofa vai promover um jantar para reunir as mulheres trofenses, que terá lugar no Aquaplace – Academia Municipal da Trofa, no dia 14 de Março. O jantar será pelas 20 horas e destina-se a todas as mulheres do concelho interessadas em participar. Para o poderem fazer, apenas terão de adquirir o convite, no valor de 10 euros. As inscrições estão abertas entre os dias 9 e 20 de Fevereiro, na Divisão de Acção Social e Saúde.

De acordo com a informação da autarquia, “a Câmara Municipal da Trofa, através da Divisão de Acção Social e Saúde, valoriza o papel da mulher na sociedade, tendo desenvolvido várias iniciativas que visam a promoção da igualdade e dos direitos das mulheres, com o objectivo de contribuir de forma activa para a valorização da cidadania feminina no concelho”. A mesma nota refere ainda que “o jantar terá como madrinha uma Mulher com destaque no concelho e na região, representando assim a homenagem a todas as mulheres anónimas da Trofa”.