ramos-trofenseFernando Ramos não voltará esta época ao banco de suplentes do Trofense. O director desportivo foi ontem afastado oficialmente do cargo, ficando o presidente Rui Silva encarregado definitivamente da pasta do futebol. Fernando Ramos mantém-se no clube como profissional com contrato e tratará apenas da logística, resolvendo problemas relativos às habitações e aos veículos dos jogadores. Marcará ainda os hotéis para os estágios da equipa.

A decisão não surpreende, uma vez que na prática já era isso que acontecia. Nenhum dos reforços de Inverno foi avalizado pelo director que há mais anos está no Trofense (13). Ainda assim, este acompanhava o dia a dia da equipa e sentava-se no banco de suplentes na qualidade de delegado aos jogos. Também isso terminou.

Shéu, secretário técnico, vai substituí-lo nessas funções. Quanto à política de contratações, dispensas e renovações, será definida pelo presidente em estreita colaboração com Porfírio Amorim, que lidera o gabinete de prospecção