Junta de Freguesia de Santiago de Bougado assinou protocolo de cooperação com a Direção de Reinserção Social do Ministério da Justiça.

Trabalho a Favor da Comunidade” é o nome do protocolo assinalado pela Junta de Freguesia de Santiago de Bougado e Direção de Reinserção Social do Ministério da Justiça.

De acordo com este protocolo, a “prestação de trabalhos deve ser executada através da criação de postos de trabalho, não remunerados e adequados a cada trabalhador, com uma duração estabelecida pelo Tribunal”. Este tipo de serviços “fomenta uma reinserção e regeneração saudável do sancionado e contribui positivamente a nível económico, quer através da redução de custos com a prisão, quer através de problemas de sobrelotação”, pode ler-se no documento enviado pela Junta de Freguesia de Santiago de Bougado.

Rui Sá Gomes, diretor-geral de Reinserção Social, afirmou que esta medida tem “a grande vantagem do próprio indivíduo interiorizar que agiu mal e que, através do seu trabalho, vai compensar a sociedade pelo mal que cometeu”. “Isso tem um valor de ressocialização muito superior à privação da liberdade”, acrescentou.

{fcomment}