imagem de globalsurfski.se

Nos dias 27 e 28 de agosto, o mar entre a Póvoa de Varzim e Vila do Conde vai receber a 3ª edição do Nelo Summer Challenge, uma competição em surf ski.

A prova foi apresentada pelo presidente da empresa organizadora do evento, Manuel Ramos, pelos vereadores do desporto das autarquias da Póvoa e Vila do Conde, Aires Pereira e José Aurélio da Silva, respetivamente, e pelo presidente da Federação Portuguesa de Canoagem, Mário Santos.

A competição será composta por uma prova, no dia 27 de agosto, com a extensão de dez quilómetros em mar aberto entre a Póvoa e Vila do Conde, e outra, no mesmo dia, de 800 metros, com início e fim na Praia da Salgueira, na Póvoa.

Manuel Ramos comunicou ainda que o valor do prize money é 30 mil euros e que são esperados à volta de 250 participantes nesta competição de surf ski, sendo que o período de inscrições ainda não terminou e até ao momento já há 126 atletas inscritos. Estarão representados cerca de 20 países.

Segundo Aires Pereira, a autarquia poveira decidiu “intensificar a parceria” com a empresa organizadora, porque “trata-se de uma competição com enorme potencial de divulgação da modalidade de surf ski”.

Por seu lado, o autarca vilacondense destacou a dimensão internacional do evento que, para além da vertente desportiva, dinamiza também o turismo. José Aurélio da Silva referiu-se à distinção da empresa pelo contributo que tem para a economia, através da criação de emprego, e do concelho de Vila do Conde, em geral.

O presidente da Federação Portuguesa de Canoagem, Mário Santos assumiu que “é um prazer participar na organização de um dos maiores eventos da canoagem mundial”. “O Nelo Summer Challenge, enquadrado na ICF Ocean Racing World Series 2011, é já uma prova de referência internacional que reúne em Portugal as maiores estrelas da canoagem mundial, entre os quais atuais e futuros campeões olímpicos”.

Mário Santos está convencido de que a 3ª edição do Nelo Summer Challenge “será mais uma demonstração de que a canoagem é das poucas modalidades em que Portugal tem conseguido ser um dos melhores do mundo e tornar possível a pretensão da Federação Portuguesa de Canoagem de organizar o Mundial em 2013”.

{fcomment}