Com o Parque Nossa Senhora das Dores a ser alvo de obras de requalificação, o Souto da Lagoa, junto à Igreja Matriz de Santiago de Bougado, foi o local escolhido para acolher, este fim de semana, a 15ª edição do Festival de Folclore do concelho da Trofa.

Dezasseis ranchos folclóricos, oito concelhios e os restantes vindos de vários pontos do País, vão reviver as tradições nacionais.

Assim, pelas 20.30 horas de sábado, 7 de setembro, tem início o desfile, seguido da atuação do Rancho Folclórico de S. Romão do Coronado, Rancho Folclórico “Os Pastores de S. Romão” (Seia), Grupo de Danças e Cantares do Vale do Coronado, Rancho Folclórico da Fatela (Fundão), Grupo Etnográfico de Santiago de Bougado, Rancho Folclórico de S. Cipriano de Tabuadelo (Guimarães), Rancho Folclórico de Paranhos (Porto) e Rancho das Lavradeiras da Trofa.

Já no domingo, o festival tem início pelas 15 horas e vai contar com as atuações Rancho Folclórico de Alvarelhos, Rancho Divino Salvador de Delães (V.N. Famalicão), Rancho Folclórico da Trofa, Rancho Típico Social Recreativo e Cultural de S. Pedro de Avioso (Maia), Rancho Folclórico do Divino Espirito Santo, Rancho Etnográfico de Santa Maria de Touguinha (Vila do Conde), Rancho Regional de Fânzeres (Gondomar) e o Grupo de Danças e Cantares de Santiago de Bougado.

“A Câmara Municipal da Trofa, liderada por Joana Lima, continua desta forma, a apoiar e a promover o Folclore local, considerando que a qualidade dos grupos e ranchos folclóricos existentes no Concelho, transformaram já a Trofa numa referência nacional nesta área das tradições locais e da etnografia”, avançou fonte da autarquia.