Serginho jogou pela primeira vez com a camisola de Portugal. O avançado do Trofense foi titular no jogo da Selecção de sub-20 contra os sub-21 da Noruega.

A primeira camisola que Serginho vestiu ao serviço da selecção nacional já tem destino. O jogador do Trofense vai oferecê-la aos pais, em sinal de agradecimento, pois foram os que “sempre ajudaram e apoiaram”.

O avançado do clube da Trofa foi chamado pela primeira vez à selecção sub-20 e no jogo de preparação para o Mundial de 2011, com a Noruega, mereceu a confiança de Ilídio Vale para integrar o “onze” titular.

O jogo, realizado no Estádio Municipal de Rio Maior, acabou com um empate a uma bola. Serginho esteve em campo até aos 61 minutos e ficou ligado ao golo luso. Perto do intervalo, Serginho começou a jogada, assistindo Nélson Oliveira que obrigou o guarda-redes Lars Cramer a ceder canto. Na reposição de bola, Pelé aproveitou a confusão na defesa norueguesa para fazer o 1-0.

O jogador do Trofense foi substituído por Alex e carimbou assim a primeira participação na selecção nacional.

Pouco depois de terminado o jogo, Serginho confessou ao NT que se sentiu “muito orgulhoso” por vestir a camisola portuguesa. “Concretizei um sonho que tenho desde pequenino”, frisou.

O avançado não escondeu “algum cansaço” que sentiu, devido ao jogo intenso de domingo (jogou e marcou um golo contra o Gil Vicente) e à viagem até Rio Maior, pois ficou “sem tempo para descansar”.

Serginho está “confiante” de que vai ser “mais vezes chamado à selecção”, no entanto as atenções vão voltar-se, novamente, para o Trofense. “O que interessa agora é o Trofense e sei que se estiver bem no clube, serei chamado à selecção”.