Homem disparou acidentalmente arma “ilegal” e foi atingido na mão.

Um segurança da obra da Escola Básica e Jardim-de-infância de Finzes, em S. Martinho de Bougado, terá dado um tiro na própria mão, esta quarta-feira, cerca das 21.30 horas.

Ainda com a bala alojada no membro superior esquerdo, o homem, de 23 anos, ter-se-á dirigido a um restaurante próximo da escola para pedir ajuda.

O homem, segurança profissional, estaria a manusear uma arma “ilegal” que encontrou em Mondim de Basto de onde é natural. A arma, que inicialmente seria de alarme, foi transformada numa de calibre 6,35 mm.

Os Bombeiros Voluntários da Trofa estiveram junto ao restaurante a prestar assistência ao indivíduo, tendo-o transportado para o local onde alegadamente ocorreu o disparo. Acompanhado por dois militares da GNR da Trofa, a vítima entrou no recinto onde decorrem obras de construção do novo edifício da Escola Básica de Finzes, presumivelmente para explicar os contornos deste incidente.

O homem com ferimentos ligeiros foi depois transportado para a unidade de Vila Nova de Famalicão do Centro Hospitalar do Médio Ave, onde à hora de fecho desta edição ainda permanecia na companhia da GNR.

Segundo fonte policial o homem foi detido e será presente esta quinta-feira a Tribunal para lhe serem aplicadas as medidas de coacção.