policia-judiciariaUm grupo de três indivíduos raptou hoje com violência duas mulheres em Santo Tirso e em Riba D’Ave, Famalicão, obrigando-as a revelar os códigos dos cartões Multibanco antes de as abandonar, revelou a GNR.

Um porta-voz da GNR disse à Agência Lusa que uma mulher foi raptada no acesso à variante EN 104, em Santo Tirso, por três indivíduos, que abalroaram o carro onde a vítima seguia, cerca das 03:00 de hoje.

A mesma fonte salientou que se tratará do mesmo grupo que pouco antes terá raptado, agredido, assaltado e violado uma jovem em Riba D’Ave, concelho de Famalicão.

Em Santo Tirso, os indivíduos, um deles encapuzado e outro com uma caçadeira, deslocavam-se num veículo de mercadorias de marca Fiat quando colidiram com o veículo onde seguia a vítima.

Após a colisão, forçaram a mulher, ameaçando-a com uma caçadeira, a deslocar-se a uma caixa Multibanco e a revelar o código, após o que se deslocaram à zona industrial de Alfena, onde a abandonaram.

Cerca da 01:30, uma outra jovem tinha sido raptada à porta de casa em Riba d’Ave por três assaltantes, que posteriormente a violaram e roubaram, abandonando-a em Rebordões, concelho de Santo Tirso.

A jovem foi assaltada na Avenida 25 de Abril, em Riba d’Ave, quando se preparava para sair do automóvel e entrar em casa.

Os três assaltantes, um dos quais encapuzado, partiram o vidro do carro e levaram a jovem para um automóvel da marca Fiat, onde a introduziram no porta-bagagens.

Posteriormente, a jovem foi encontrada em Rebordões, visivelmente maltratada, afirmando ter sido agredida, violada e obrigada a revelar os códigos dos seus cartões Multibanco.

A jovem, em estado de choque, deu entrada no hospital e a Polícia Judiciária deu início às averiguações.

Lusa