quant
Fique ligado
campeao-dos-campeoes campeao-dos-campeoes

Ano 2010

Sangue lusitano fervilhou no picadeiro

Publicado

em

Com o mesmo esplendor de há milhares de anos atrás, o Puro Sangue Lusitano foi uma das maiores atracções da edição de 2010 da Feira Anual da Trofa. O trofense Manuel Maia Correia arrecadou o galardão de Melhor Criador e Danilo, da criação e propriedade da Quinta das Várzeas, foi a estrela do Concurso de Modelos e Andamentos.

O mais antigo cavalo de sela do mundo e um dos maiores embaixadores de Portugal exibiu a beleza única de que é detentor nas mais variadas actividades hípicas que preencheram o programa equestre deste ano.

À semelhança dos anos anteriores, o Concurso de Modelos e Andamentos foi a prova rainha do certame, onde o cavalo Danilo, da criação e propriedade da Quinta das Várzeas, foi a estrela do concurso. Com dois anos de idade, Danilo arrecadou também o prémio de Campeão Macho e concorreu com Zamora, Campeã Fêmea, vencedora da classe de éguas afilhadas, da criação e propriedade da Coudelaria Manuel Maia Correia.

campeao-dos-campeoes

Danilo é o orgulho de João Rua, proprietário da Quinta das Várzeas, que apesar de não marcar presença na Feira Anual da Trofa “com intenções de ser campeão”, participou com a expectativa de “conseguir um bom lugar”. “A morfologia do cavalo, a maneira como se apresenta e, sobretudo, os andamentos que levaram o júri a atribuir o prémio” foram os triunfos de Danilo, cujo prémio representa para João Rua “o reconhecimento de muitos anos de trabalho, uma alegria muito grande e motivação para continuar”.

Para João Rua a Feira Anual da Trofa foi uma novidade e “uma surpresa muito agradável”. “Isto é nitidamente uma mini-Golegã e felicito a organização por este evento que deve continuar, porque de facto é um grande meio de divulgação do nosso cavalo e para os criadores é sempre bom ter lugar para expor os seus produtos”, realçou.

Publicidade

A criação da raça puro sangue lusitano no concelho esteve representada ao mais alto nível no Concurso de Modelos e Andamentos e, pelo terceiro ano consecutivo, o trofense Manuel Maia Correia arrecadou o prémio de Melhor Criador, para além de vários prémios nas diferentes classes, com destaque para o título de Campeã Fêmea conquistado pela égua Zamora. “É a consagração de todo o trabalho que se faz nos bastidores e este evento com 80 animais a concurso e com a qualidade que demonstraram enaltece o sabor do prémio de Melhor Criador”, confessou, considerando que “ao nível da criação do cavalo lusitano no país a Feira da Trofa é o terceiro maior evento a nível nacional”.

Natural do Ribatejo, João Oliveira venceu o título de Melhor Apresentador do Concurso de Modelos e Andamentos.

Feira da Trofa tem dos melhores pisos para provas hípicas”

Apesar do “tempo tristonho”, a afluência do público aos espectáculos equestres encheu de satisfação a Confraria do Cavalo, organizadora de todo o programa equestre do certame. “A feira continua na senda daquilo que idealizamos há oito anos atrás, que é todos os anos ir melhorando e acrescentando de uma forma sustentada e este ano demos mais um salto”, garantiu ao NT/TrofaTv Hélder Santos, grão-mestre da Confraria do Cavalo. As melhorias introduzidas nas infra-estruturas foram determinantes e o piso novo do picadeiro é disso exemplo. “O piso foi um acréscimo em termos de infra-estruturas fundamental e neste momento temos um dos melhores pisos do país para fazer provas hípicas”, afiançou.

E se as provas hípicas superaram as expectativas com um aumento de 70 cavalos inscritos relativamente ao ano passado, o Desfile e a Gala Equestre da Confraria do Cavalo protagonizaram o ponto mais alto do certame. Num verdadeiro jogo de cor, luzes e música, o espectáculo atraiu centenas de visitantes, que preencheram as bancadas e os espaços circundantes ao picadeiro, sábado à noite.

Para Hélder Santos, por detrás de todo o sucesso da vertente equestre da Feira Anual da Trofa está “o voluntarismo profissional” dos confrades da Confraria. “A feira está a ser preparada por parte da Confraria há mais de meio ano e para o sucesso da mesma muito contribui a rede de relações que a Confraria foi criando a nível nacional e internacional, que faz com que possamos ter na Feira da Trofa dos melhores cavaleiros e cavalos que há neste país”, sustentou.

Satisfeita com a qualidade dos espectáculos equestres, Joana Lima, edil trofense, confiou a responsabilidade da organização do programa à Confraria do Cavalo, que “fez um trabalho sem dúvida excelente”. “Para o ano, se a Confraria estiver disponível para voltar a fazer este trabalho, a Câmara Municipal da Trofa fará novamente o programa e agradece à Confraria do Cavalo para que possa presentear-nos com um trabalho excelente na área equestre”, adiantou.

Publicidade

Para além do Concurso de Modelos e Andamentos, os visitantes puderam assistir, a nível desportivo, às provas do Campeonato Regional do Norte de Equitação de Trabalho, aos jogos de Horseball a contar para o campeonato nacional da modalidade e ainda ao Derby de Atrelagem. Em termos de apresentação da raça, o destaque foi para as cavalhadas, a apresentação de garranos e das Coudelarias.

Continuar a ler...
Publicidade
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Ano 2010

Tradição de porta em porta

Publicado

em

Por


O Rancho Etnográfico de Santiago de Bougado mantém viva, ano após ano, a tradição de cantar as janeiras de porta em porta, levando o folclore da região a todas as casas.

(mais…)

Continuar a ler...

Ano 2010

Arte em quatro rodas

Publicado

em

Por

Francisco Maia tem uma oficina de restauro diferente: recupera automóveis antigos há mais de 20 anos.

(mais…)

Continuar a ler...
EuroRegião Talks

Inscrições EuroRegião Talks

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também