Mesmo com menos um jogador durante a segunda parte, o S. Romão conseguiu somar um ponto no confronto com o Atlético Vilar. José Carvalho, no final do encontro, mostrou-se satisfeito com o esforço dos seus homens.

   A jornada que colocou frente a frente o Atlético Vilar e o S. Romão começou denunciando um equilibrio entre as formações, com o jogo disputado predominantemente no meio campo sem grande construções ofensivas.

O S. Romão foi o primeiro a criar perigo, aos 27 minutos, com um remate forte de Parreco, que obrigou Vilaça a grande defesa.

O primeiro golo da partida surgiu aos quarenta e quatro minutos, na sequência de uma grande penalidade a favor do S. Romão. O homem chamado a converter foi Carvalho que viu o cartão vermelho instantes depois, na comemoração do golo.

Depois do descanso, o Atlético tentou aproveitar a desvantagem numérica do seu adversário e criou momentos de grande tensão junto da baliza de Ricardo, a partir de lances de bola parada.

O S. Romão conseguia segurar o resultado, com apenas dez jogadores em campo e sem mais elementos no banco. Sublinhe-se que a equipa romanense apresentou para este jogo apenas 12 jogadores na totalidade.

Depois de algumas falhas ofensivas dos forasteiros, o golo do empate surgiu na sequência de um livre convertido por Pica.

A resposta do S. Romão surgiu aos 82 minutos, depois de Henrique passar a bola para Parreco, que calmamente a enviou para dentro das redes de Vilaça.

O 1-2 não perdurou e passados cerca de três minutos Rui fez o esférico embater na trave dos visitantes, que depois acabou por entrar na baliza.

O resultado fixou-se em dois golos, um resultado positivo para o S. Romão tendo em conta as adversidades pelo que passou durante a partida.

No final do encontro, José Carvalho deu os parabéns aos seus atletas pela exibição e referiu ter sido "um jogo difícil, onde fizemos a segunda parte com apenas dez jogadores, mas conseguimos pontuar".

Relativamente à arbitragem, o treinador mostrou alguma discordância, frisando que "ficou um vermelho por mostrar ao guarda-redes do Atlético, ainda para mais depois de um dos nossos jogadores ter sido expulso por comemorar um golo".

O treinador da casa, Leandro Loureiro, referiu que "o S. Romão mostrou-se um adversário forte. Apesar de termos tentado virar o jogo a nosso favor na segunda parte, o S. Romão conseguiu segurar o resultado com um jogador a menos e por isso considero um resultado justo".

No próximo fim de semana o S. Romão recebe no seu reduto o primeiro classificado, o Gondim.

 

S. Romão: Ricardo, Hélder, Hélder P., Pepe, Carvalho, Moutinho (Henrique 70'), Folgosa, Parreco, Vitó, Alex e Cabaço

Treinador: José Carvalho

Atlético Vilar: Vilaça, Reta (Meireles 45'), Renato (Espinha, 73'), Pedro, Franquelim, Pica, Nura, Hermano, Rui, Teixeira (Kasker 58') e Fernando

Treinador: Leandro Loureiro

Cartões amarelos: Vilaça, Pedro, Cabaço, Parreco, Pica, Carvalho, Franquelim e Reta

Cartões vermelhos: Carvalho (44')

Resultado ao intervalo: 0 – 1

Resultado final: 2 – 2

 

Resultados 23ª Jornada

Vila Pinheiro 2-1 Vila Chã

Inter Milheiros 1-0 Sporting Cruz

Lusitanos 3-1 Mindelo

Ramaldense 1-0 Rio Tinto

Pedroso 1-0 Desportivo

Gondim 2-1 Águas Santas

Atlético Vilar 2-2 S. Romão

 

 

Próxima Jornada (16-03-2008)

Rio Tinto-Lusitanos

Atlético Vilar-Vilar Pinheiro

Desportivo-Ramaldense

Mindelo-Inter milheiros

S.Romão-Gondim

Sporting Cruz-Vila Chã

Águas Santas-Pedroso

 

Classificação

  1. Gondim – 57 pontos

  2. Desp. Portugal – 49 pontos

  3. Sp. Cruz – 40 pontos

  4. Pedroso – 39 pontos

  5. Vila Chá – 35 pontos

  6. Rio Tinto – 33 pontos

  7. Vilar Pinheiro – 32 pontos

  8. Águas Santas – 29 pontos

  9. S. Romão – 28 pontos

  10. Ramaldense – 27 pontos

  11. Inter Milheirós – 27 pontos

  12. Atl. Vilar – 26 pontos

  13. Lusitanos Sta Cruz – 23 pontos

  14. Mindelo – 8 pontos