O Gondim estava obrigado a vencer a partida contra o S. Romão, já que a conquista dos três pontos assegurava a tão almejada subida de divisão. A equipa fez a festa, mas o S. Romão não facilitou a tarefa do líder.

   A vigésima quarta jornada da 2ª Divisão Distrital da Associação de Futebol do Porto, série 1, começou com uma entrada forte dos homens da casa, que não se deixaram intimidar pelo lugar ocupado pelos seus adversários, líderes do campeonato.

Apesar do equilíbrio entre as acções ofensivas das duas equipas, o S. Romão foi o primeiro a chegar com eficácia à baliza do adversário. Aos 23 minutos Folgosa conseguiu inaugurar o marcador, ao colocar o esférico dentro das redes de Quim Mário.

A vantagem no marcador não durou muito tempo, já que uma falta cometida por Pepe dentro da sua área, possibilitou ao Gondim a conversão de uma grande penalidade. O homem chamado a marcar foi Sandro, que assim estabeleceu o 1-1.

O ritmo de jogo manteve-se forte durante o resto da primeira metade e com uma prestação muito semelhante das duas formações.

O 1-2 teve também a assinatura de Sandro, dois minutos antes do intervalo, que ao aproveitar uma grande falha da defesa da casa, conseguiu passar a bola para dentro da baliza de Ricardo.

A segunda parte continuou com uma aguerrida prestação das duas formações. Ao minuto 59, e à semelhança do que já se tinha sucedido na primeira parte, Cabaço voltou a enviar a bola aos ferros do Gondim, num momento em que todos os apoiantes do S. Romão já gritavam golo.

O "hat-trick" de Sandro deu-se aos 21 minutos do segundo tempo, através de um forte remate, pouco depois do meio campo.

O 1-3 não agradou ao S. Romão, que deu como resposta um golo de Vitó, na sequência de um pontapé de canto, aos 80 minutos.

Nos restantes dez minutos da partida, o S. Romão tentou chegar ao empate, mas o apito final surgiu com o 2-3 favorável para o Gondim, que fizeram a festa da subida.

Finda a partida, José Carvalho afirmou ter sido um resultado "tremendamente injusto, uma vez que fomos superiores em grande parte do jogo. Cometemos três erros fulcrais: uma grande penalidade, uma bola mal atrasada ao guarda-redes e um livre".

"Hoje os rapazes provaram que conseguem fazer mais e se não o fazem é porque não querem", finalizou o técnico da casa.

Entusiasmado com a conquista, Augusto Monteiro, o homem que comanda os líderes da tabela, afirmou que "foi um jogo difícil. Já estávamos a espera que assim fosse porque o S. Romão tem um bom conjunto, mas acabamos por vencer bem". O treinador dos visitantes confessou ainda que "só tínhamos em mente a vitória, apesar de o empate ser suficiente para assegurarmos o primeiro lugar. Quando as equipas pensam que o empate chega, acabam por se desmazelar e perder e nós queríamos garantir a subida hoje (domingo)".

A próxima jornada levará os homens do S. Romão ao reduto do Pedroso, depois da Páscoa, para a disputa do penúltimo jogo desta época.

 

S. Romão: Ricardo, Hélder, Hélder P., Pepe, Moutinho (Henrique, 70), Folgosa, Raul, Parreco (Henrique 75'), Vitó, Alex e Cabaço

Treinador: José Carvalho

Gondim: Quim Mário, Domingues, Martins, Couto, Sérgio, Bruno, Sandro, Toni, Freitas, André e Juvenal

Treinador: Augusto Monteiro

Resultado ao intervalo: 1-2

Resultado final: 2-3

Cartões amarelos: Cabaço e Couto

 

 

 

Resultados 24ª Jornada

 

S.Romão 2- 3 Gondim

Sporting Cruz 3- 2 Vila Chã

Mindelo 1- 0 Inter Milheiros

Rio Tinto 1- 1 Lusitanos

Desportivo 3- 2 Ramaldense

Águas Santas 0- 1 Pedroso

Atlético Vilar 2- 1 Vilar Pinheiro

 

Próxima Jornada (30-03-2008)

 

Pedroso- S.Romão

Gondim- Atlético Vilar

Lusitanos- Desportivo

Inter Milheiros- Rio Tinto

Ramaldense- Águas Santas

Sporting Cruz- Vilar Pinheiro

Vila Chã- Mindelo

 

 

Classificação

  1. Gondim – 60 pontos

  2. Desp. Portugal – 52 pontos

  3. Sp. Cruz – 43 pontos

  4. Pedroso – 42 pontos

  5. Vila Chá – 35 pontos

  6. Rio Tinto – 34 pontos

  7. Vilar Pinheiro – 32 pontos

  8. Atl. Vilar – 29 pontos

  9. Águas Santas – 29 pontos

  10. S. Romão – 28 pontos

  11. Ramaldense – 27 pontos

  12. Inter Milheirós – 27 pontos

  13. Os Lusitanos – 24 pontos

  14. Mindelo – 11 pontos