Rui-Pedro-Silva-2

O trofense Rui Pedro Silva foi o grande vencedor da 11ª edição da Corrida Dia do Pai, que encheu de cor algumas artérias centrais do Porto, no domingo, 16 de março. Nesta prova também participaram os trofenses António Neto e Paulo Martins.

As temperaturas elevadas não demoveram “13 mil pessoas” de participar na Corrida Dia do Pai, organizada pela Runporto, para correr os dez quilómetros ou a caminhar os sete quilómetros, que teve como ponto de partida e chegada o lado descendente da Avenida da Boavista, junto à entrada para o Parque da Cidade.

Na corrida competitiva, Rui Pedro Silva “dominou a seu belo prazer”, acabando com larga vantagem sobre o seu novo colega no Benfica, Bruno Jesus, com 30 minutos e 25 segundos contra 30 minutos e 49 segundos. Também a diferença para o terceiro, Nuno Costa, do Maia AC, foi substancial, tendo este acabado em 31 minutos e sete segundos.

Também presentes nesta prova estiveram os trofenses António Neto e Paulo Martins, que correram pela Trifitrofa. Enquanto Paulo Martins terminou na 2251ª posição, com o tempo de 56 minutos e 26 segundos, António Neto ficou em 2254º lugar, com o tempo de 56 minutos e 27 segundos.

Na vertente feminina, venceu Leonor Carneiro, cumprindo o percurso em 35 minutos e 56 segundos, com mais de meio minuto de avanço sobre Marta Martins (que corre pela equipa Senhora do Desterro) com 36 minutos e 37 segundos, e Sónia Fernandes, a representar o Benfica, com 37 minutos e 20 segundos.

No final, foi entregue um cheque de apoio à entidade de solidariedade social Ajudaris, no valor de “6500 euros”, apurado através dos “50 cêntimos” entregues pelos participantes.
Esta iniciativa contou com “muitas pessoas conhecidas de vários quadrantes”, como Cláudia Jacques, Aurora Cunha, Domingos Gomes, Luís Alves (responsável pelo pelouro do Desporto na Câmara Municipal do Porto), e Vítor Baía, um dos padrinhos do evento, juntamente com o cineasta Manoel de Oliveira, que não esteve presente, mas foi homenageado.