Rali dos Patrocinadores realiza-se este domingo e promete espalhar adrenalina pelas ruas da freguesia do Coronado. O tiro de partida será dado pelas 13.30 horas, do edifício sede da Junta de Freguesia do Coronado, em S. Romão.

Zé Pedro Fontes, João Barros, Vítor Pascoal, Ricardo Moura e Adruzilo Lopes são os nomes apontados para o Rali dos Patrocinadores, que vai colocar a freguesia do Coronado no mapa automobilístico nacional. Os pilotos prometem animar a prova, promovida pelo Gondomar Automóvel Sport (GAS) em parceria com a Junta de Freguesia, no dia 2 de fevereiro.

A novidade desta prova é a participação ativa dos patrocinadores, que vão sentir de perto as emoções do desporto automóvel, num sinal de agradecimento pela contribuição que dão para a sobrevivência da modalidade. “Esse é objetivo primordial, de forma a aliciar e a cativar os patrocínios. Hoje em dia, dado o período económico em que se vive, não é fácil arranjá-los e esta é uma forma de fazer com que os anunciantes tenham o conhecimento da realidade e perceber onde é que foi desenvolvido o seu investimento”, explicou Paulo Magalhães, presidente do GAS.

Depois de duas edições realizadas em Valongo, a competição “muda-se” para o Coronado. José Ferreira, presidente da Junta de Freguesia, considera que “vai ser interessante para a nova freguesia, que será promovida e dinamizada e onde serão dadas a conhecer as nossas paisagens”, acrescentou.

O rali tem 56,31 quilómetros de percurso, dos quais 14,16 correspondem às quatro classificativas: duas passagens por S. Romão (3,7 quilómetros) e por S. Mamede (3,38 quilómetros). A prova será dividida em duas categorias: Sponsors (patrocinadores) e Comuns, sendo admitidos todos os carros que cumpram os normais requisitos de segurança (ou seja, que tenham arco de segurança, cintos de quatro apoios e extintores).

O percurso será feito em asfalto, paralelo e terra e, segundo José Ferreira, foi pensado para “causar o mínimo de constrangimentos à população”. Mesmo assim, haverá ruas condicionadas ao trânsito, nomeadamente, “a Rua do Horizonte (junto ao túnel e bomba de combustível da Galp), Rua do Lousado, Rua Dr. Délio Santarém (junto à capela de S. Bartolomeu), Rua da Valeixa, Rua do Pombal, Rua dos Poços, Rua do Outeiral, Rua das Carvoeiras, Rua do Paiço, Rua Nossa Senhora de Lurdes (junto aos Quatro Caminhos), Rua de S. Mamede (junto à Fábrica do Pereiró) e Rua de Mendões.

A organização aconselha a população a redobrar cuidados, como “não circular com automóveis, tratores, motorizadas ou qualquer outro tipo de veículos, nem deixar circular animais, prender os animais domésticos e o gado, ter particular atenção com as crianças e não deixar que ocupem locais junto à estrada e não retirar nem destruir a fita de contenção de público e de delimitação de percurso colocada em locais potencialmente perigosos”.