quant
Fique ligado

Edição 458

Alberto Fonseca é o novo presidente do PSD Trofa

Publicado

em

Alberto Fonseca sucede a Sérgio Humberto na liderança do Partido Social Democrata na Trofa. “Um projeto de continuidade” é o que propõe o novo líder para o mandato.

Ao mesmo tempo que Pedro Passos Coelho era reeleito presidente da Comissão Política Nacional do PSD, Alberto Fonseca vencia a estrutura concelhia do partido na Trofa.
Depois de alguma renitência, o social-democrata – que foi líder da Juventude Social Democrata no concelho por dois anos e meio, até 2010 e, atualmente, é líder de bancada na Assembleia Municipal – decidiu corresponder aos apelos dos militantes e avançar com uma candidatura. No sábado, foi eleito com 252 votos, quatro brancos e um nulo.

“Um projeto de continuidade” é o compromisso do novo líder do PSD Trofa. “Não queremos implementar grandes alterações ao que foi feito, até porque na nossa opinião foi bem feito e reconhecido pela população. Queremos dar continuidade à união que o partido tem vivido nos últimos tempos e o maior desafio será aproximar as pessoas à política, uma vez que há uma descrença generalizada, não só na Trofa, como em todo o país”, referiu, em declarações ao NT e à TrofaTv.

A eleição de uma nova Comissão Política Concelhia do PSD surgiu na sequência da demissão de Sérgio Humberto, que alegou querer estar a cem por cento na liderança da Câmara Municipal. Alberto Fonseca concorda com a decisão, por defender que “deve haver separação no poder, não se misturando o órgão político (PSD) e o órgão executivo (Câmara)”. “Nenhuma das pessoas que está no executivo está presente nos órgãos concelhios do partido. Este é um sinal claro de que queremos criar a distinção, para mantermos o partido crítico nas suas atitudes e para que a comissão política esteja desprendida da atividade do executivo e tenha uma opinião própria”, sustentou.

Um dos objetivos de Alberto Fonseca para o mandato é “formar e informar os militantes e a população em geral” sobre os assuntos do concelho para “criar algum debate”.

O novo líder do PSD Trofa ficou satisfeito com a adesão às urnas, registando-se 257 votantes num total de 473 militantes com capacidade de voto. Este resultado pode ser ainda o reflexo da euforia social-democrata com a vitória nas autárquicas, há quatro meses. “Talvez as pessoas ainda estejam motivadas e inspiradas na grande vitória que conseguimos e então vieram para partilhar essa alegria”, admitiu.

Publicidade

Quanto aos sufrágios, decorridos na sede concelhia “laranja”, a lista de Pedro Passos Coelho mereceu 250 votos. A Mesa do Plenário da secção da Trofa, presidida por António Pontes, foi eleita com 252 votos. Alberto Fonseca também foi eleito delegado ao 35º Congresso Nacional, assim como Isabel Cruz, Armando Sanches e o suplente Jorge Campos.

Decorreram ainda as eleições para os núcleos do PSD de Santiago de Bougado e Alvarelhos, que serão liderados por Filipe Couto Reis e Joaquim Oliveira, respetivamente.

Continuar a ler...
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

Edição 458

Opinião: Desmontar a narrativa

Publicado

em

Por

Gualter-Costa

É admirável a forma como uma simples permuta na liderança do governo (sim, em julho último, assistimos a uma permuta dissimulada na liderança do governo) conseguiu operar na sua narrativa oficial. 

(mais…)

Continuar a ler...

Edição 458

Santo Tirso recebe exposição de escultura de Serralves

Publicado

em

Por

“Treze peças em mármore, ferro e madeira” compõem a exposição itinerante “Escultura Abstrata nas décadas de 1960/1970 na coleção da Fundação de Serralves”, patente no Museu Municipal Abade Pedrosa, em Santo Tirso, até ao dia 23 de fevereiro. A iniciativa é da Câmara Municipal ao “abrigo do protocolo de colaboração com a Fundação de Serralves”.

(mais…)

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também