Publicamos esta noticia no dia 1 de abril, e sim esta era uma noticia para marcarmos o dia das mentiras e não corresponde à verdade.
Um pouco por todo o mundo, são muitos os que levam esta data muito a sério. Para esses, esta é uma ocasião perfeita para brincar com familiares, amigos e até com os colegas de trabalho, que são muitas vezes as pessoas mais à mão, enganando-os por diversão. Adivinhar qual a inverdade do dia publicada por sites e jornais é outro dos hábitos já instituídos.

As origens do Dia das Mentiras são incertas. Muitos investigadores associam, contudo, a data ao papa Gregório XIII, que em 1582 quis substituir o calendário juliano pelo gregoriano. O dia de ano novo passou a ser assinalado a 1 de janeiro, em vez do fim de março, embora na altura muitas pessoas continuassem a festejá-lo a 1 de abril. Uma mentira que, segundo muitos, pode afinal ter dado origem à tradição de mentir nesta data.

A nossa noticia do dia 1 de abril, o dia das mentiras, foi:

O anúncio foi feito à margem do lançamento da campanha da prevenção dos maus-tratos, durante a manhã desta segunda-feira. A Rua Conde S. Bento vai fechar ao trânsito, numa estratégia que visa potenciar o comércio local e a mobilidade sustentável.

A passagem dos automóveis será substituída por um passeio pedonal, cortado a meio por uma ciclovia. A esta intervenção está associada a criação de esplanadas e espaços de aluguer de bicicletas e trotinetes elétricas.

No entanto, está assegurado o acesso restrito rodoviário aos moradores, veículos de cargas e descargas e viaturas de emergência.

Desta forma, fortifica-se a ligação urbana, já existente entre o Parque Nossa Senhora das Dores e Dr. Lima Carneiro e a Alameda da Estação.

Está em equação a criação de um parque de estacionamento, num dos terrenos contíguos à Alameda da Estação, junto ao Largo do Carioca.