Miguel Tato Diogo é o nome do novo presidente do Rotary Clube da Trofa que tomou posse esta segunda-feira, num jantar que serviu também para assinalar o terceiro aniversario da criação do clube. O Orfeão Santiago interpretou alguns temas e cantou os parabéns ao clube rotário.

Rotary da Trofa tem novo presidente "Companheirismo" foi a palavra que mais se ouviu no jantar de transmissão de tarefas do Rotary Clube da Trofa do presidente cessante Vilela Araújo para Miguel Tato Diogo, presidente escolhido para dirigir o Clube no próximo ano rotário.

Projectos como a cegueira evitável, o peditório para a Liga Portuguesa Contra o Cancro, rastreios de cancro do estômago, mais de cinco mil operações às cataratas e próteses e a criação do Rotaract foram apenas algumas das actividades desenvolvidas durante o ano rotário que terminou e que, segundo Miguel Tato Diogo se saldou com um "balanço Muito positivo".

O novo presidente ressalvou ainda que desde que é rotário aprendeu uma lição "quando há vontade, os meios não são essenciais", referindo-se ao espírito de companheirismo, sacrifício e partilha que caracteriza este movimentos, criado nos Estados Unidos por Paul Harris, em Fevereiro de 1905.

Durante o jantar e depois de vários discursos, entre os quais se destacaram os do representante do Governador do Distrito 1970, do vice-presidente da Camara Municipal da Trofa e dos presidentes dos Clubes padrinhos, Rotary de Matosinhos e de Santo Tirso, o presidente Miguel Tato Diogo tinha preparado algumas surpresas.

O Governador Assistente do Distrito 1970 salientou a importância de Rotary e relembrou que "Rotary só existe  porque existem companheiros e clubes e por esta razão temos vindo a apelar à necessidade de se aumentar o quadro social dos clubes", assegurou. O responsável observou a ainda a presença na festa do Clube da Trofa de "companheiros dos três continentes, o que demonstra o companheirismo de rotary", adiantou.

Por seu lado o novo presidente do Clube da Trofa, depois de oferecer um sino a cada um dos presidente do Rotary da Trofa seus antecessores, ofereceu ainda a todos os companheiros e convidados uma vela que se acendeu para ao som das vozes do Orfeão Santiago se cantar os parabéns ao clube trofense que completou assim o terceiro aniversário.