No sentido de fomentar a adopção de hábitos alimentares saudáveis entre os mais pequenos, o Rotaract Club da Trofa promoveu a realização de um workshop sobre alimentação saudável, que decorreu na manhã do passado sábado, nas instalações da ASAS da Trofa. Cerca de 15 crianças e vários familiares participaram na sessão didáctica, que deu a conhecer a nova roda dos alimentos, assim como os correctos hábitos alimentares a pôr em prática quando chega a hora da refeição.

A sessão de educação alimentar foi promovida pelo Rotaract da Trofa no âmbito da temática da alimentação, uma das áreas-chave de acção do clube trofense junto da comunidade e, em particular, das crianças. “Este workshop no âmbito da alimentação é o segundo que realizámos desde Junho de 2008”, explicou ao NT/TrofaTv, Luís Filipe Moreira, presidente do Rotaract Club da Trofa, referindo que é uma actividade que conta sempre com uma receptividade muito positiva por parte das crianças, por sua vez, o público-alvo do clube. “Além da nossa acção ser sobretudo com as crianças, é também importante focarmos o papel dos pais”, frisou o presidente. Segundo Luís Filipe Moreira, a realização de um workshop didáctico sobre alimentação saudável visou duas vertentes. Por um lado, “pela crise, cada vez está tudo mais caro e é uma forma de mostrar que é possível ter hábitos alimentares saudáveis e a preços económicos. Por outro lado tentamos também mostrar que existe uma nova roda dos alimentos, que porventura pouca gente conhecerá”, explicou.

Para o presidente, foi “sobretudo uma manhã diferente” para as crianças, que tiveram a oportunidade de aprender conceitos novos, num ambiente “de salutar convívio e companheirismo entre todos”.

Para concretizar a sessão educativa, o Rotaract contou com a colaboração da formadora Ana Teresa Silva, estudante da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto. “Este workshop é uma sessão de educação ambiental muito simples e o objectivo é apresentar a nova roda dos alimentos às crianças, alguns conceitos de alimentação saudável, porque é imperativo realmente educar as crianças a comer melhor”, afirmou a monitora ao NT/TrofaTv. Segundo Ana Teresa Silva, o essencial é “reforçar uma ideia que há muitos anos tem sido desenvolvida”.

“Nós já temos a roda dos alimentos há muito tempo em Portugal, no entanto a roda foi alterada recentemente e foram introduzidas algumas alterações que é importante chamar a atenção das crianças e dos pais principalmente, porque são eles que têm um papel determinante na educação alimentar das crianças”, sublinhou.

Para a estudante de Nutrição “é imperativo mudar os hábitos logo desde pequenino”, porque “estas crianças vão ser os adultos de amanhã e como toda a gente sabe, e os media estão sempre a transmitir essa ideia, as doenças crónicas e a obesidade estão a aumentar no mundo ocidental”.

A importância do tema da alimentação no seio da comunidade infantil foi também reiterada por Ana Moreira da Silva, coordenadora da ASAS da Trofa. “Quando o Rotaract Club da Trofa nos propôs organizar esta sessão mais dirigida às crianças e às famílias da comunidade envolvente, ficámos muito felizes por essa iniciativa, porque apesar de ser um tema que ouvimos falar muito quase todos os dias, há questões práticas sobre a alimentação saudável e sobre hábitos alimentares que é importante que as crianças adquiram desde cedo, até para em casa também incutirem nos pais a necessidade de fazer uma alimentação saudável”, considerou a responsável. “Nós lançámos o desafio a algumas crianças e famílias daqui da comunidade que nós já acompanhamos no âmbito do centro comunitário e todas aceitaram estar cá”, rematou.

A iniciativa foi ainda aplaudida por António Pinheiro, presidente do Rotary Club da Trofa, que também marcou presença na sessão. “Esta é uma iniciativa louvável a todos os títulos promovida pelo Rotaract que é um clube jovem, feito por jovens e para jovens”, referiu o presidente do Rotary. Para António Pinheiro, “o apoio junto dos mais pequenos será com certeza muito mais produtivo se for promovido pelos próprios jovens e daí que esta actividade junto da juventude seja acarinhada pelos mais velhos”, finalizou.

{flvremote}http://trofa.otos.tv/videos/rotaract.flv{/flvremote}