As Marchas e os Rima Nova foram as atracções do terceiro dia de Expotrofa, dedicado à freguesia de Covelas. O presidente da Junta de Freguesia, Fernando Moreira, ficou satisfeito com a representação da freguesia e afirmou que a Expotrofa "deve continuar".

 Covelas foi a segunda freguesia a representar-se na edição 2007 da Expotrofa, no terceiro dia de evento, e ofereceu a todos os visitantes a actuação das Marchas de Covelas e o grupo Rima Nova, também oriundo da freguesia.

Fernando Moreira, presidente da Junta de Freguesia de Covelas, mostrou-se muito satisfeito com a participação das pessoas, que na sua opinião aderiram em massa, e mais que nos anos anteriores "havia muita gente da freguesia, o que me enche de grande satisfação. É prova de que o povo de Covelas está contente, está comigo e que reconhece o meu trabalho", referiu. No entanto "há quem afirme que não". Fernando Moreira contraria essa ideia defendendo com o exemplo das acessibilidades. "Antes de tomar posse como presidente, a freguesia só tinha caminhos para carroças e actualmente está totalmente preenchida com ruas pavimentadas e com condições" asseverou.

Apesar de consciente que "ainda há muito por fazer", o presidente congratula-se com a evolução da freguesia até hoje "tenho consciência que fiz muito por Covelas desde que a Trofa é concelho e custa-me muito ouvir alguns afirmarem que foi um erro tornarmo-nos independentes de Santo Tirso", frisou.

Relativamente ao futuro, Fernando Moreira espera que Covelas "cresça ainda mais". A freguesia "precisa de mais pessoas e habitações" e acima de tudo de incentivo, porque na sua opinião investir em Covelas "é viável". Mas é preciso "ter paciência e ter em mente que o município é constituída por oito freguesias".

Para o presidente, a Expotrofa, para além de um evento de divulgação comercial e cultural, assume-se como "uma festa", que "deve continuar, pois é um excelente ponto de convívio entre as pessoas das oito freguesias do concelho", concluiu.