Renato Sampaio, líder da Distrital do Porto do Partido Socialista marcou presença na inauguração da sede do Núcleo Socialista em Alvarelhos numa demonstração de "apoio aos militantes da Trofa" que segundo Renato Sampaio "têm que travar uma luta para conquistar a câmara da Trofa no próximo mandato".

 O líder da Distrital deu os parabéns aos militantes de Alvarelhos pelo novo espaço e apontou baterias ao presidente da Camara da Trofa considerando "despropositado" que Bernardino Vasconcelos "queira tirar partido de uma coisa relativamente à qual ele esteve sempre alheado , nos momentos mais difíceis", acusando mesmo o autarca de " aparecer no dia da festa para cortar a fita".

Renato Sampaio relembrou que conhece muito bem o dossier do metro do Porto afirmando que "a empresa Metro do Porto tinha um compromisso com a Trofa de construir na primeira fase a alinha até à Trofa, mas o que aconteceu é que a administração da metro do Porto e a Junta metropolitana, da qual o senhor presidente da Câmara da Trofa faz parte, não construiu essa segunda fase e retirou a empreitada do concurso". Sampaio foi mais longe e assegurou que "a administração da Metro do Porto, propôs ao governo que essa empreitada fosse tirada da rede do metro do Porto, e foi o Governo Socialista que não aceitou essa solução e mandou apresentar estudos para duas alternativas, ou a linha em via simples ou a linha em via dupla".

Relativamente às próximas eleições autárquicas o líder da Federação Socialista deixou um aviso " não me responsabilizo por candidaturas que não sejam partilhadas entre as concelhias, a federação e a direcção nacional do partido", afirmando que "o PS é um todo, não há PS concelhio, distrital ou nacional e para que haja uma co-responsabilização nos resultados eleitorais, tem que haver uma partilha de responsabilidades nas escolhas. Eu não estou disponível para aceitar imposições de nenhuma concelhia seja ela qual for".

Núcleo de Alvarelhos tem 118 militantes

"A casa está pronta é preciso viver nesta casa". Foi desta forma que Adriano Teixeira, responsável pelo núcleo do PS de Alvarelhos começou o seu discurso na inauguração da nova sede. Um espaço no centro da freguesia que vai servir de palco para "a troca de impressões e para trabalhar para as próximas eleições internas que são já daqui a oito meses".

A presidente da concelhia da Trofa do PS,a deputada Joana Lima, também marcou presença na cerimonia e relembrou "a tradição de militância dos Alvarelhenses no PS, que foi sempre muito activa" apesar de sociologicamente haver militância no PSD. Joana Lima considerou importante o trabalho do núcleo de Alvarelhos e relembrou que "o secretariado está disponível para apoiar os militantes de Alvarelhos", concluiu.