A direção de Renato Carneiro sucede à Comissão Administrativa Provisória, que conduziu o processo de agregação do agrupamento do Castro com o do Coronado e Covelas.

 Construir um “projeto-escola comum” numa unidade orgânica que nasceu “da agregação de dois agrupamentos com culturas organizacionais distintas” é o que se propõe Renato Carneiro, novo diretor do Agrupamento de Escolas do Coronado e Covelas, que também inclui as escolas de Alvarelhos, Guidões e Muro. A tomada de posse da nova direção, que substitui a Comissão Administrativa Provisória liderada por José Faria, aconteceu na terça-feira, na Escola Básica 2/3 de S. Romão do Coronado, que contou com a presença de vários agentes educativos e do executivo camarário.

A “aprendizagem dos alunos” e “os seus resultados” são as prioridades do plano de ação encabeçado por Renato Carneiro para “aprofundar a sequencialidade educativa e a articulação curricular”. A meta pretendida é “a melhoria na prestação do serviço educativo, incluindo a valorização das dimensões académica, cívica e cultural dos alunos”, afirmou no discurso de tomada de posse.

Leia a reportagem completa na edição desta semana d’ O Notícias da Trofa, disponível num  quiosque perto de si ou por PDF.