festival-folclore

Várias centenas de pessoas quiseram dedicar o serão de sábado à musica folclórica, com o festival promovido pelo Rancho Etnográfico de Santiago de Bougado, que comemorou também o aniversário do grupo.

 

“Levar bem longe a raíz da terra e fazer uma colectânea de amigos” continua a ser a motivação daqueles que dedicam uma vida à etnografia e ao folclore. E para proporcionar mais um espectáculo que alimenta este lema, o Rancho Etnográfico de Santiago de Bougado promoveu o seu IV Festival de Folclore que, segundo o seu presidente Fernando Monteiro, atraiu várias centenas de pessoas ao adro da Livração, em Santiago de Bougado. “Acho que correu muito bem, as pessoas encheram o palco e ficaram deveras animadas”, adiantou ao NT Fernando Monteiro.
Para além do espectáculo de música, o festival incluiu ainda a tradicional homenagem aos ranchos participantes, com a atribuição das fitas alusivas ao festival.

Com a actuação de quatro grupos convidados, o Festival de Folclore promovido pelo Rancho Etnográfico de Santiago de Bougado é no entender de Fernando Monteiro, uma “permuta para levar bem longe a raíz da terra e fazer uma colectânea de amigos”. “A nossa cultura portuguesa é um tanto quanto isto, levamos lá, eles trazem cá, andamos efectivamente de mão em mão, mas todos só pela boa vontade”, sublinhou o presidente do Rancho.

No IV Festival de Etno-folclórico participaram o Grupo Etnográfico de Lorvão, Rancho Folclórico de Santo António do Alva, Grupo Folclórico Casa do Povo de Arões e o Grupo Etnográfico As Tricanas da Póvoa de Varzim.

Na agenda de espectáculos do grupo de Santiago de Bougado constam 21 actuações para este ano, das quais sete já foram realizadas. Seguem-se as restantes 14 ao longo de 2009, entre elas a participação nas Festas da Senhora das Dores e no festival concelhio promovido pela autarquia.