Rancho Etnográfico de Santiago de Bougado organizou sexta edição do seu festival de folclore. Usos e costumes de várias zonas do País foram reavivados com as atuações dos diferentes ranchos.

A chuva miudinha afastou algum público, mas não assombrou o VI Festival de Folclore do Rancho Etnográfico de Santiago de Bougado. No sábado à noite, 16 de julho, o adro da capela da Senhora da Livração, em Santiago de Bougado, acolheu os quatro grupos convidados e os anfitriões para uma noite dedicada ao folclore português. O Rancho Folclórico do Centro Social e Cultural de Silvares (Guimarães), o Grupo de Danças e Cantares de Serzedo (Vila Nova de Gaia), o Rancho Folclórico de Zebreiros (Gondomar) e o Grupo de Danças e Cantares Besclore (Lisboa) juntaram-se ao Rancho Etnográfico de Santiago de Bougado e Fernando Monteiro, presidente do grupo, garantiu que “correu tudo muito bem”, apesar do tempo que fez com que “quem não tivesse guarda-chuva se sentisse triste e desanimado”.

O festival do grupo é já uma tradição e Fernando Monteiro garante que “é para continuar”. “O folclore tem que ter a sua expressão e a sua festa, que deve ser concretizada no verão, porque é a melhor altura para atuar ao ar livre. Se não fizermos festivais, o folclore fica parado e não tem interesse, até porque agora as festas são muito poucas e se não fosse assim não se mostrava as tradições”, reiterou.

A data e o local do festival não são escolhidos ao acaso: “Fazemos esta atividade no adro da capela de Senhora da Livração para que, numa possível chegada de alguém para organizar as festas que há dois anos não se realizam, ser um complemento do programa”.

Ainda assim, garante, “se convidarem o grupo para fazer o festival noutro lado, mudamo-nos, porque somos da freguesia e não de um só lugar”. “Se não houver pedidos de ninguém, mantemo-nos aqui, porque é um espaço com lugar para estacionamento e para as pessoas estarem sem correrem perigo”, acrescentou.

Atualmente com 45 elementos, o Rancho Etnográfico de Santiago de Bougado tem a agenda preenchida durante todo o verão.


 {fcomment}