Adriano-Teixeira-1 

Alvarelhos: Adriano Teixeira candidata-se pelo PS para “trabalhar para o povo”

O Notícias da Trofa: O que o leva a candidatar-se à Assembleia de Freguesia?

Adriano Teixeira: Aceitei candidatar-me à Junta de Freguesia por várias razões. A população de Alvarelhos carece de uma relação de proximidade para com o executivo. E eu como alvarelhense, como Homem, como pessoa, comprometo-me a essa disponibilidade. O executivo presente não tem feito nada, promete e não cumpre. Há doze anos que tem prometido fazer alargamento na Rua 25 de Abril e não o fez até hoje. Fez projecto para a colocação de placas de orientação e não colocou. Eu quero fazer aquilo que não se fez, o alargamento na Rua 25 de Abril, colocação de placas de orientação. Quero mais e melhor educação, mais e melhor ambiente, mais e melhores redes viárias, etc. Quero estar mais próximo das pessoas e os que me conhecem sabem-no bem.

NT: Quais são os projectos que vai apresentar para o mandato?

AT: Se vencer as eleições irei executar o meu programa eleitoral, mas não vou esquecer a população, irei trabalhar para todos como fiz até aqui. Não irei esquecer os jovens, nem os menos jovens. Ambiente, educação, associativismo, urbanismo, arruamentos, redes viárias e todo o nosso património histórico e cultural.

NT: Qual é o projecto/área prioritário(a) caso seja eleito?

AT: Todas as áreas são prioritárias. O meu programa eleitoral já está pronto e contempla todas as áreas. Se a população acreditar irei fazer o melhor para os servir. Vou dar prioridade ao alargamento da Rua 25 de Abril, à colocação de placas de orientação, arranjo urbanístico dos Casais, sem esquecer todos os outros pontos. Cada um será tratado com a mesma disponibilidade.

NT: Por que é que os eleitores devem votar em si?

AT: A mensagem já foi feita na minha carta de apresentação. A população sabe quem eu sou e onde moro. Falo com eles todos os dias e horas e não lhes vou dizer “vá-se embora porque hoje não o vou atender, volte amanhã na hora de expediente”. Vou ser eleito pelo povo e vou trabalhar para o povo como sempre o fiz. Com a minha equipa, com as nossas ideias e com os nossos projectos. Acreditem que Alvarelhos pode mudar.

NT: Considera mais fácil governar sendo a Câmara e a Junta do mesmo partido político? Porquê?

AT: As cores políticas são indiferentes, o que conta é a equipa. Sendo um projecto o melhor para a população, não poderá haver discordância possível. É inaceitável haver essa distinção política, pois o meu principal pensamento são os alvarelhenses. As juntas são todas iguais, umas com mais carências que outras, mas todas são iguais e lutam pela sua população. Se assim não for, não faz sentido. A população em primeiro lugar.