mulher-caiu-andar 

Fátima Manuela Vinhas estava a estender roupa, quando a corda onde a pendurava rebentou e caiu do primeiro andar da habitação onde mora. Tudo aconteceu no dia 30 de Dezembro, cerca das 22 horas, na Rua D. Pedro V e na sequência desta queda a vítima terá ficado paraplégica.

Caiu de uma altura de cerca de cinco metros. Fátima Manuela, de 44 anos, terá caído desamparada nas traseiras da casa, onde existe um terraço em cimento e apenas o filho, com 12 anos, terá ouvido os gritos da mãe a pedir ajuda.

Segundo o NT conseguiu apurar, o pai estaria a ver televisão e foi o filho, o único, a aperceber-se da situação quando olhou por uma das janelas das traseiras da casa e encontrou a mãe caída no terraço.

De acordo com um dos vizinhos, que não se quis identificar, “a mulher estava a estender roupa, a corda rebentou e ela caiu pela janela”.

Para além dos Bombeiros Voluntários da Trofa que estiveram no local com três homens, apoiados por uma ambulância de socorro, esteve ainda a equipa da viatura médica do INEM de Vila Nova de Famalicão a assistir a vítima.

Fátima Manuela Vinhas apresentava vários traumatismos e uma possível fractura na cervical e foi transportada para o Hospital de S. João, no Porto. Na sequência desta queda, a vítima terá ficado paraplégica.

O NT sabe ainda que este casal, com alegados problemas ligados ao alcoolismo, estava já referenciado nas autoridades, uma vez que estas já teriam sido alertadas várias vezes pelos vizinhos, que suspeitavam de violência doméstica.