Ao terminar em 7º da geral o Rali de Loulé/Casino Vilamoura, que se disputou no passado fim de semana, o trofense Jorge Carvalho sagrou-se Campeão Nacional do Open de Ralis 2011. Já o seu pai, ao triunfar na prova algarvia, também ficou a um pequeno passo de se sagrar campeão no Troféu Fastbravo.

Faltava um único ponto para a dupla António Rodrigues/Jorge Carvalho (Peugeot 206 GTI) se sagrar campeã nacional do Open de Ralis. E apesar de lutar contra viaturas bem mais potentes e mais adaptadas às difíceis condições dos pisos algarvios, um 7º lugar (1º nas duas rodas motrizes) foi suficiente para alcançar o título.

Rodrigues e Carvalho lutaram sempre pelos primeiros lugares, chegaram a conquistar vitórias à geral, sempre com um andamento muito rápido e espetacular, apresentando uma regularidade impressionante, venceram na classe para veículos de duas rodas motrizes, tudo isto com um pequeno Peugeot 206, exceção feita a algumas provas em que utilizaram um bem mais potente Citroën Saxo S1600, mas ainda assim inferior à feroz concorrência que disputa o Open de Ralis.

É unânime no mundo dos ralis que a vitória Rodrigues e Carvalho assenta que nem uma luva e é de uma justiça irrepreensível. Esperemos que num futuro cada vez mais sombrio para o desporto automóvel, não faltem apoios a esta jovem dupla, para que possam evoluir e continuem a passear a sua classe e mestria nas classificativas de Portugal.

Quanto ao “resto” do rali, resume-se à disputa entre Fernando Peres (Mitsubishi Evo 7) e o sempre exuberante Ricardo Teodósio, que lutaram quase até ao final da prova, mas problemas no motor do Mitsubishi de Teodósio, obrigaram o piloto algarvio a desistir. Assim Peres juntou mais uma vitória ao seu já vasto palmarés e com dedicatória especial para aquele que foi o grande impulsionador da sua carreira, o seu pai, que faleceu recentemente. No Desafio Modelstand, Carlos Fernandes (Peugeot 206 GTI) aproveitou a desistência de Gil Antunes e do famalicense João Ruivo para vencer e cimentar o 1º lugar no troféu.

Por fim o Troféu Fastbravo, onde os pequenos Seat Marbella continuam a fazer maravilhas, a vitória ficou em casa. O algarvio Diogo Gago que é navegado por Jorge Carvalho (pai) venceu e convenceu e assim continua a liderar a classificação, estando esta dupla cada vez próxima de conquistar a vitória no Troféu.

Miguel Mascarenhas

Marco Monteiro

 

 {fcomment}