A escritora Cidália Fernandes visitou o Colégio da Trofa para retratar uma das suas histórias junto dos mais novos. Autora considera que “ler faz crescer”.

Mesmo sentada na última fila, por já pertencer ao 4º ano, não foi por isso que Mariana Campos não deixou de estar atenta à história do “Alberto no País dos Excessos”. Já leu o livro, mas na segunda-feira viu a autora, Cidália Fernandes, retratar a história com meninos e uma auxiliar a “vestirem” a pele das personagens. Com o conto aprendeu que “não se deve gozar com os outros, apesar de serem um bocadinho fortes”, assim como o Ernesto, a personagem da criança obesa que, “em vez de ir à cantina, preferia ir ao bar e só comia coisas que não devia”.

A história, que integra o Plano Nacional de Leitura e se insere no Plano Anual de Actividades do Colégio da Trofa, levou Cidália Fernandes a visitar o estabelecimento de ensino e ter como público as crianças do pré-escolar e primeiro ciclo.

Apesar de ter “muitas palavras para as histórias”, a escritora fica sem elas quando está “à frente de um público extraordinário como este”. O contacto com os pequenos leitores é a “realização final do autor” que idealiza o conto, confessou.

E como “ler faz crescer”, Cidália Fernandes defende que “encarregados de educação, professores e amigos devem fomentar a leitura” junto dos mais pequenos, porque “cria competências para o futuro”. “Um bom aluno é aquele que lê muito”, completou.

Mariana é um bom exemplo no que toca à leitura. Perdeu a conta aos livros que já leu e não consegue nomear o preferido, porque gosta “de muitos”.

“Proporcionar aos mais jovens alunos o contacto com a leitura de uma forma muito activa” foi o objectivo desta iniciativa. De acordo com Manuel Pinheiro, director do Colégio da Trofa, “a aprendizagem dos alunos faz-se na sala de aula, com as matérias curriculares, com um trabalho intenso, directo e regular com os respectivos professores, mas também implementando um conjunto de actividades muito diversas para que os jovens sejam cidadãos de corpo inteiro”.

Cidália Fernandes tem já 31 livros publicados, 17 dos quais infanto-juvenis. Tem ainda participação em manuais escolares e livros técnicos. Neste momento encontra-se a trabalhar em romances.