Com um percurso de 1,81 quilómetros, a "Especial Slallon da Trofa" vai encher a cidade de aficionados pelos desportos motorizados para assistir a uma prova organizada pelo Futebol Clube do Porto, secção de desportos motorizados, no próximo domingo.

 A Trofa vai ser o centro de todas as atenções no mundo dos ralis em Portugal, ao receber uma super especial organizada pelo Futebol Clube do Porto, secção de desportos motorizados. O clube portista já havia promovido uma iniciativa similar em Vila Nova de Famalicão e escolheu a Trofa para mais um evento, que terá o apoio da Câmara Municipal da Trofa, no próximo domingo.

A "Especial Slallon da Trofa", que começa junto à Câmara Municipal da Trofa, pelas 14.30 horas, será disputada em conformidade com o Código Desportivo Internacional FIA e seus anexos, as Prescrições Gerais aplicáveis ás provas de Automobilismo e Karting 2008, e o presente regulamento.

Numa pista de asfalto de 1,81 quilómetros 80 participantes, divididos em convidados (20), residentes no concelho da Trofa (30) e outros (30), têm que ser detentores de carta de condução, há pelo menos um ano, e possuir viaturas que estejam de acordo com as especificações para qualquer Campeonato ou Troféu Nacional de Rallyes ou Velocidade. Um veículo pode ser utilizado por mais que um concorrente (num máximo de três).

A taxa de inscrição inclui o prémio do seguro, nos termos definidos pelo Artigo 35º das Prescrições Gerais aplicáveis ás provas de Automobilismo e Karting 2008.O seguro entrará em vigor no momento da partida e cessará no final da Prova, ou a partir do momento em que o concorrente abandone a prova ou desista, ou seja desclassificado ou excluído.

Na competição é obrigatório o uso de capacete e o fato de competição. Será também obrigatório o controlo antidopagem e álcool, nos termos do regulamento respectivo. Este, caso venha a ser efectuado, será nos Bombeiros Voluntários da Trofa.

Cada segundo de prova corresponderá a um ponto, pelo que o vencedor será aquele que conseguir menor pontuação. Quanto às penalizações, serão atribuídos 10 mil pontos aos participantes que se enganem no percurso, três mil pontos se derrubarem um meco e desclassificação de exceder o tempo de três minutos.

Serão atribuídos troféus aos cinco primeiros classificados e prémios de presença a todos os concorrentes.

Cátia Veloso