Torre Sénior foi ponto de visita de 27 arquitetos franceses, que elogiaram a obra. Projeto deve estar concluído no primeiro trimestre de 2012.

A Torre Sénior recebeu a visita de um grupo de arquitetos franceses da empresa TLR Architecture et Associés, sedeada em Bordéus, na segunda-feira, 12 de dezembro. O projeto, da autoria do arquiteto José Lopes da Costa, representa atualmente o maior investimento privado no concelho de Santo Tirso, num valor que ultrapassa os dez milhões de euros.

Situada na freguesia de Areias, beneficiando de uma magnífica vista sobre o Vale do Ave, a Torre Sénior propõe-se oferecer um conceito de residência assistida para pessoas idosas, absolutamente diferenciador ao nível da conceção e qualidade do serviço.

O edifício, que dispõe de 56 unidades residenciais distribuídas por três tipologias distintas, privilegia as zonas de convívio, de atividades e de cuidados de saúde, numa infraestrutura construída de raiz com todas os requisitos para uma vivência plena de conforto. 

Joshua Diamond, responsável pela agência francesa, elogiou o “uso da luz, a generosidade das áreas, o espaço exterior e ainda os materiais utilizados” destacando “a valia arquitetónica do projeto”. Nas palavras do arquiteto José Lopes da Costa “embora hoje em dia se fale muito de barreiras arquitetónicas, projetar para a terceira idade é muito mais do que conceber edifícios sem obstáculos que cumpram a diversidade de leis e regulamentos vigentes. É preciso conciliar as obrigações regulamentares e programáticas com as vivências de um ambiente familiar. Ao longo do processo criativo é preciso tomar decisões e optar por soluções que certamente serão valorizadas e do agrado de alguns residentes, mas serão reprovadas por outros. Esta diversidade dos indivíduos é inequívoca e, uma vez que não há possibilidade de reunir no projeto de uma residência os múltiplos conceitos de “casa ideal” que possam existir, a solução passou por uma flexibilização dos espaços criados de forma a facilitar a sua apropriação por parte de cada utilizador – de acordo com a sua vontade, história ou costumes. Esta via irá certamente adequar a Torre Sénior a uma grande diversidade de pessoas.” “A nossa proposta assenta na criação de projetos de vida para os seus residentes, na implementação de dinâmicas essenciais a uma participação quotidiana ativa e saudável, na prestação de cuidados com humanidade e total respeito pela individualidade. Este é um projeto arrojado que constituirá uma maisvalia para toda a região” concluiu Jorge Sousa, administrador da Torre Sénior.

A abertura da Torre Sénior está prevista para o primeiro trimestre de 2012, em pleno Ano Europeu do Envelhecimento Activo e da Solidariedade entre Gerações. 

{fcomment}