O presidente do GCR Alvarelhos foi encontrado sem vida esta segunda-feira, na sua casa. Vítor Azevedo deixa uma marca no concelho e na freguesia de Alvarelhos. 

O Grupo Cultural e Recreativo de Alvarelhos perdeu uma das figuras que mais impulsionou a associação durante os seus 26 anos de existência. O presidente da direção, Vítor Azevedo, de 42 anos, foi encontrado sem vida na manhã de segunda-feira, na sua residência e deixa saudades no seio associativo do concelho.

O último contacto de Vítor Azevedo com familiares terá sido feito através de mensagem escrita de telemóvel. Na manhã de segunda-feira, familiares e amigos encontraram-no já sem vida, numa sala de convívio, que tinha no sótão, em sua casa, deitado num sofá e junto ao peito teria uma fotografia do filho. Um elemento da Cruz Vermelha de Vilar, que passava no local, tentou prestar os primeiros socorros, mas já nada pôde fazer.

Os Bombeiros Voluntários da Trofa chegaram depois, assim como uma equipa médica do INEM, que confirmou o óbito.

A Guarda Nacional Republicana da Trofa e a Polícia Judiciária do Porto estiveram no local a recolher eventuais provas, mas fonte próxima da investigação adiantou que “não há indícios de crime”.

Leia a reportagem completa na edição desta semana d’ O Notícias da Trofa, disponível num  quiosque perto de si ou por PDF.

 {fcomment}