O verão aproxima-se sorrateiramente, provocando-nos com destinos exóticos e rotas sonhadoras. Dentro ou fora de fronteiras, saiba quais as decisões a tomar antes de viajar.

O conceito férias é, geralmente, associado a um sentimento agradável e renovador, mas pode, inevitavelmente, tornar- se num “pequeno pesadelo”, quer pelas suas implicações financeiras, quer pelos imprevistos desagradáveis. Fulcral é, por isso, a palavra que melhor descreve o planeamento prévio de férias e viagens. O tempo, no seu sentido de antecipação, é um aliado do viajante, já que é com ele que se procura e compara com mais eficácia e determinação. O mesmo se aplica às reservas. Regra geral, quanto mais meses faltam para a viagem, mais económico é o preço, já que os serviços de acomodações e companhias aéreas preferem assegurar lugares à incerteza do número de marcações.

Inscrever-se nos newsletters de agências de viagens e companhias aéreas promete ser uma outra fonte inesgotável de poupança, já que descontos exclusivos, promoções e viagens de destaque chegam, de forma atualizada  e periódica, ao seu email, sem grande esforço. 

E uma vez aproveitadas todas as oportunidades low-cost, resta reunir informações sobre as características do país (clima, câmbio da moeda, risco de doenças endémicas) e verificar a obrigatoriedade do passaporte, visto ou bilhete de identidade e a validade dos mesmos.

Brasil, Caraíbas e Miami são destinos de 2012

A presença, já incontornável, do Brasil nos top destinos para as férias de verão, é neste ano acompanhada pelas praias da Riviera Maya, banhadas pelo mar da Caraíbas e as paisagens turísticas mas tropicais de Miami, nos Estados Unidos da América. Os preços para estes destinos rondam os 600 euros, no caso de Miami, e os mil euros, no caso do Brasil e das Caraíbas.

Os cruzeiros pelo mediterrâneo ou pacífico são outras grandes atrações turísticas, que se têm assegurado de um estatuto luxuoso e muito procurado por viajantes, nos meses de verão. As ofertas variam entre os 300 e os 1500 euros por pessoa.

Também os Açores integram as tendências de férias deste ano. A partir de 350 euros é possível ver a exuberante natureza e cultura destas ilhas, a um preço atrativo.

Por cá, o Alentejo e Algarve são as opções turísticas que integram a lista de destinos mais acarinhados. Os preços alternam entre 200 e 400 euros. 

Stefanie Correia

{fcomment}