Núcleo de S. Martinho de Bougado da JSD promoveu uma iniciativa desportiva com a ajuda de quatro ginásios trofenses para angariar fundos que ajudem Inês Reis a lutar contra o cancro.

Passavam vinte minutos das dez horas de domingo, 4 de maio, quando cerca de 30 pessoas começaram a aula de body combat em pleno Largo Costa Ferreira, em S. Martinho de Bougado. Depois desta seguiam-se outras três, numa iniciativa que pretendia desafiar à prática desportiva, ao mesmo tempo que apelava à ação solidária. A ideia partiu do núcleo de S. Martinho de Bougado da Juventude Social Democrata (JSD), que quis utilizar o desporto para ajudar Inês Reis, jovem romanense que padece de um cancro raro e tem realizado tratamentos muito dispendiosos na Alemanha, em busca de uma cura, depois de a quimioterapia se ter revelado infrutífera.

Miguel Maia, presidente do núcleo da JSD, pretende fazer um mandato “muito ligado à solidariedade”. “Tivemos conhecimento da situação da Inês e, apesar de termos a noção que o timing não foi o melhor, por já ter havido muitas atividades para ela, queríamos dar o nosso contributo”, explicou em declarações ao NT. Foram angariados “cerca de 400 euros”.

Com a atividade realizada no “coração de S. Martinho”, Miguel Maia pretendia “causar um bom impacto”. “A questão da sensibilização também é muito importante e demos uma prova que a política serve para servir e não para nos servirmos dela”, sublinhou.
Para concretizar o objetivo, o núcleo da JSD contou com o apoio de quatro ginásios trofenses: Bodytone, Be Fitness, Complexo Tropical e Cademus. Miguel Maia acredita que o evento ajudou a promover estas empresas e a “dar visibilidade ao espaço comercial” da zona.