O clima financeiro global tem estado num estado precário há mais de uma década, após a grande recessão de 2008, a tentativa de recuperação que se seguiu e o impacto mais recente da crise do coronavírus.

Alguns mercados têm sido mais adversamente afetados do que outros, com o aumento das taxas da dívida em relação ao PIB e taxas de juro de base mínimas, fazendo com que as divisas internacionais sejam negociadas numa faixa cada vez mais estreita.

Neste contexto, a diversificação da carteira é mais importante do que nunca. Mas o que significa isto exatamente, e como pode ser obtido?

O que é a diversificação de carteiras porque é importante?

Em suma, uma carteira diversificada inclui um conjunto de diferentes investimentos e classes de ativos, que podem ser combinados para minimizar a exposição e o perfil de risco global de um investidor.

Esta metodologia pode também manifestar-se de formas diferentes, desde possuir ações de países e indústrias variáveis até à combinação de uma série de diversas classes de ativos, tais como ações, obrigações, mercadorias e mesmo bens imobiliários.

Em ambos os casos, o investidor minimiza a exposição ao risco colocado por um único instrumento ou categoria de ativo, enquanto reduz a volatilidade geral da carteira subjacente.

No contexto atual do mercado, esta categoria de estratégia de investimento pode ajudar a criar uma carteira equilibrada, que naturalmente, nega o risco adicional e a volatilidade que existe na economia global.

Um dos tipos mais comuns de carteira diversificada combina ações e investimentos de rendimento fixo, tais como obrigações, normalmente com uma proporção de 60% a 40%. No entanto, a exposição a ações é suscetível de aumentar ligeiramente para investimentos mais jovens, para poderem maximizar os seus retornos potenciais sem incorrer grandes riscos.

Como Diversificar a Sua Carteira com Sucesso

Agora que a importância de diversificar a carteira foi abrangida, seguem alguns passos para o ajudar a fazê-lo com sucesso:

  • Possua Ações Diversas: Já falámos sobre a diferença entre ações e produtos de rendimento fixo, o que ajuda a criar uma carteira equilibrada e diversificada. Pode obter ainda mais equilíbrio se tiver uma variedade de ações das indústrias da sua escolha e a combinação de ações de pequena, média e grande capitalização. Isto ajudará a sustentar a sua carteira em tempos de tumulto económico e recessão a longo prazo.
  • Considere Negociar Índices: Similarmente, a negociação de índices também pode diversificar a sua carteira, visto que isto lhe oferece acesso imediato a ações de indústrias e países  diferentes. Isto permite-lhe diversificar os seus interesses através de um único investimento, quer vise índices nacionais tais como o DAX 30 (na Alemanha) ou o Nasdaq 100 (para ações premium tech).
  • Considere Investir no Mercado Imobiliário: Geralmente, o processo de diversificação leva um tempo considerável, permitindo-lhe aumentar a rentabilidade sem incorrer em riscos desproporcionados. Isto permite-lhe elevar os seus esforços de diversificação a outro nível, investindo em ativos de alto valor e assegurando novas fontes de riqueza, tais como bens imobiliários. Tradicionalmente, este ativo aumenta o retorno de uma carteira enquanto reduz a volatilidade geral.