A Pneus D. Pedro V foi a empresa escolhida pela Michelin para uma acção de esclarecimento sobre as potencialidades do pneus construídos pela gigante francesa. Integrada na rede “Via Líder” da Michelin, a empresa trofense escolheu as futuras instalações para dar a conhecer aos clientes os segredos de como poupar combustível e dinheiro com os pneus.

Poucos poderiam pensar que os pneus contribuem para poupar combustível, mas a Michelin descobriu que a morfologia deste componente automóvel pode fazer diferença na carteira dos clientes. E foi exactamente este o motivo que levou os responsáveis da gigante francesa às futuras instalações da Pneus D. Pedro V, na Trofa, ou seja, mostrar aos clientes de uma empresa modelo que é possível gastar menos com os pneus radiais, do que com os usuais maciços.

Por pertencer à rede “Via Líder” da Michelin e por destacar-se no mercado como uma empresa em expansão em tempos de “vacas magras”, a Pneus D. Pedro V foi a eleita por entre muitas outras parceiras da Michelin, pela “garantia de qualidade que presta e pelo serviço diferenciado que a distingue das concorrentes”, destacou o representante da Michelin Portugal, José Neves.

pneus-dpedro-v-1

No fundo, esta iniciativa acaba por “fazer a divulgação de um serviço de alta qualidade que esta empresa presta, pois investe na sua clientela e no enquadramento de poupança comum e de crescimento das empresas com quem trabalha”, destacou.

Nas novas instalações da Pneus D. Pedro V, junto à rotunda do Bombeiro, em S. Martinho de Bougado, as dezenas de clientes tiveram acesso a uma série de informações práticas e úteis na gestão dos seus negócios, rumo à redução de custos de exploração, nomeadamente no que respeita à manutenção de veículos de trabalho.

Para José Neves, a Pneus D. Pedro V é um exemplo no seio das empresas de pneumáticos pela postura que tem no mercado em tempos de crise: “Esta empresa entendeu a crise como uma forma de investir, como uma oportunidade de investimento, o que a distingue das outras”.

A Michelin vai continuar com este tipo de iniciativas, já que estas se revelaram numa estratégia eficaz de “divulgação boca a boca, não só do produto como do serviço associado ao produto”.

Domingos Tinoco, gerente comercial da Pneus D. Pedro V, estava “satisfeito” por ver reforçada a confiança dos clientes com esta sessão de esclarecimento. “Este tipo de iniciativas dá-nos mais garantias aos serviços. É importante estas formações, porque são o futuro e é pela confiança dos clientes que eu trabalho”.

E qual o segredo do sucesso em tempos de dificuldade económica no mercado? “Para mim as crises são oportunidades. Há que arregaçar as mangas, ir para o terreno e fazer diferente. Nós temos um serviço único que é a assistência 24 horas e trabalhamos nas áreas todas, desde a agrícola até aos empilhadores e camiões, passando pelo turismo”, explicou.

Atendimento e garantia de qualidade são trunfos que atraem os clientes

Há 15 anos cliente da Pneus D. Pedro V, David Ramos escolhe esta empresa “pelo bom atendimento e pela qualidade de serviços que presta”, sem esquecer “a boa informação que dá em como poupar”. Presente na iniciativa da Michelin, o cliente que também é empresário, louvou esta acção, referindo que “é sempre muito importante para qualquer empresa saber como poupar nas viaturas”. “A formação traz economia e prestígio à organização”, frisou.

Também Armando Carvalho elegeu a Pneus D. Pedro V para fazer manutenção dos pneus da empresa onde trabalha: “Acho que faz a diferença não pelos preços, mas pelas pessoas em si, pela maneira como fazem o trabalho e desde que mudei nunca mais tive queixa dos pneus. São sempre pessoas dispostas a qualquer hora do dia”.

A presença nesta iniciativa da Michelin explica-se pelo facto de “aprender sempre alguma coisa”, quando vem à Pneus D. Pedro V. “Sempre que vou para casa levo mais um segredo comigo, o senhor Domingos e os seus funcionários ensinam-me muito, sei que tem sempre utilidade no futuro”, afirmou.

A Pneus D. Pedro V conta com 11 colaboradores que disponibilizam um serviço de atendimento 24 horas em veículos de todas as áreas de trabalho, desde a agricultura à indústria, passando também pelo turismo. A empresa tem clientes do Porto, Braga, Matosinhos e regiões autónomas e tem uma acção importante na Siderurgia do Seixal.