Auditório do edifício sede da Junta de Freguesia de Bougado, em S. Martinho, acolheu na tarde do dia 5 de janeiro, um concerto de Natal dos Pequenos Cantores da Maia, que cantaram as boas vindas a 2014.

 

O Coral Infantil Municipal dos Pequenos Cantores da Maia fez uma viagem musical pelo seu reportório, entre eles o “Adeste Fidelis”, de D. João IV, Rei de Portugal, “Mary Cristo”, dos Tribalistas, “Canção de embalar o Menino Jesus” e “a tocar para o presépio”, iniciando o ano de 2014 com alegria e otimismo.

Foi assim que a Câmara Municipal da Trofa começou o ano, dedicando a todos um Concerto de Natal/Reis. No espetáculo estiveram presentes dezenas de pessoas, entre elas os Meninos Cantores do Município da Trofa, que aplaudiram os Pequenos Cantores da Maia.

O Coral Infantil Municipal dos Pequenos Cantores da Maia foi fundado por “iniciativa pessoal” do então presidente da Câmara Municipal da Maia, José Vieira de Carvalho, em 1991.

Esta é mais uma iniciativa da autarquia, que, “consciente do seu papel crucial na dinamização cultural do concelho, privilegia uma intervenção cultural, marcada por ações estruturantes, sobretudo junto das camadas mais jovens da população”. Segundo o edil trofense, Sérgio Humberto, esta foi “uma forma alegre” e a que “toda a gente gostaria de entrar” no novo ano e “não como entramos há uns dias com as cheias que existiram”. “Através da música, alegrar os nossos corações e perspetivar que 2014 seja muito melhor que 2013”, sublinhou, contando que “no futuro” os Meninos Cantores da Trofa vão “fazer uma atuação no concelho da Maia”.

Esta atuação surgiu das “boas relações” existentes entre os dois coros infantis, que Sérgio Humberto pretende que sejam “as melhores” com os “concelhos vizinhos”.

No programa escrito do Concerto constava uma mensagem de António Bragança Fernandes, presidente da Câmara Municipal da Maia e patrono dos Pequenos Cantores da Maia, que endereçou “votos de um excelente Ano Novo de 2014, pleno de boa saúde e muitas felicidades”. “Quero através destes nossos embaixadores artísticos e culturais, expressar a minha amizade pessoal e institucional para com a comunidade concelhia da Trofa, cujas relações de boa vizinhança e de franca cooperação municipal, são de boa saúde e muitas felicidades”, concluiu.