Escola Secundária da Trofa promoveu 13ª Feira de Orientação Escolar e Profissional, com a representação de 29 entidades do Ensino Superior, para divulgar a oferta formativa académica.

De stand em stand, recolheram-se folhetos informativos e ouviram-se as explicações de quem estava do outro lado. Que cursos seguir depois do Ensino Secundário, quais as provas de ingresso exigidas e as respectivas saídas profissionais. Às eventuais dúvidas quanto ao futuro incerto, os alunos encontraram as respostas no Salão Polivalente da Escola Secundária da Trofa, que acolheu mais uma edição da Feira de Orientação Escolar e Profissional.

Vasco Sampaio ainda frequenta o 10º ano, mas aproveitou o certame para saber mais sobre as áreas de Economia e Gestão de Empresas, nas quais pretende ingressar. “Não pedem médias muito altas e nem são muito longe, por isso é positivo”, contou ao NT/TrofaTv.

feira-orientacao-escolar

Para Juliana Moreira, a Feira também foi oportuna para esclarecer algumas dúvidas, a poucos meses de realizar a sua escolha final. “Já vi o curso de Direito, vi também médias na Universidade do Minho para ingressar em Comunicação Social”, adiantou, revelando que é na área de Jornalismo que quer “arriscar”.

Esta foi já a 13ª Feira de Orientação Escolar e Profissional promovida pela Escola Secundária da Trofa para mostrar os vários caminhos possíveis a seguir depois do Ensino Secundário, com a representação de várias entidades da região do norte. “Nós interagimos com as várias entidades para que elas divulguem os cursos à comunidade discente e aos professores e para tornar mais fácil as opções que os nossos jovens terão que tomar no acesso ao Ensino Superior”, explicou José Antunes, director da escola.

A oferta é diversificada e não faltam escolhas para todos os gostos e vocações. De acordo com Fernanda Ferraz, coordenadora da Feira de Orientação Escolar e Profissional, as áreas mais procuradas pelos alunos são as das “Tecnologias, Saúde e Economia”. “Eles gostam muito de vir perguntar como funcionam os processos de candidatura, os cursos que disponibilizam e nós tentamos que sejam essencialmente entidades da zona Norte”, avançou.

A 13ª Feira de Orientação Escolar e Profissional contou com a participação de 29 entidades do Ensino Superior.