Apesar das más condições climatéricas, muitos foram os alunos da Escola Secundária da Trofa que participaram no Corta-mato, organizado no Parque Nossa Senhora das Dores e Parque Dr. Lima Carneiro. 

Foram 660 os alunos que se inscreveram no corta-mato que se realizou na manhã do dia 13 de dezembro. Este ano houve mais inscritos do que o ano transato, e Maria José Novais, professora responsável pelo evento, acredita que se deva ao facto de o local escolhido “ser fora da escola”, sendo um sítio “mais atrativo para os alunos”.

Mesmo estando tempo de chuva, foram muitos os que apareceram no início da partida para viverem uma manhã diferente. Maria José Novais acredita que devido ao mau tempo “o número de participantes reduziu face às inscrições”. “Tivemos azar com o tempo. Isto é uma lógica muito complicada e estar a adiar ia ser pior, felizmente não está a chover muito, mas o piso tornase perigoso. É preciso os miúdos estarem com mais cuidado, e nós também acabamos por estar um bocadinho mais preocupados”, afirmou Cassilda Godinho, professora representante da área de Educação Física.

Desde que a Escola Secundária da Trofa abriu, que o corta-mato escolar é lá realizado, mas “pelo facto de a escola se encontrar em obras” foi necessário escolher um “local alternativo”, contou Cassilda Godinho. Segundo Maria José Novais colocou-se a hipótese de fazer este cortamato em vários locais, como “o Parque de jogos do Atlético Clube Bougadense, no mercado municipal, no Vigorosa”, mas os parques foram a escolha final. “Como são mais próximos da escola e tem muitos espaços diversificados, em termos de percurso era melhor, e assim não cortávamos o trânsito”, sublinhou. A corrida saía do Parque Dr. Lima Carneiro, passando pela nova travessia dos parques, dava três voltas ao Parque Nossa Senhora das Dores, terminando no local inicial. Este foi o percurso escolhido pelos alunos do curso tecnológico de desporto, que “vieram para cá e face às condições do local da prova definiram o percurso e as distâncias que estão estabelecidas no regulamento do próprio desporto escolar”, afirmou a professora responsável pela iniciativa.

Para Cassilda Godinho as expectativas foram “positivas, porque a participação é sempre grande por parte dos alunos e eles gostam, apesar do tempo não ajudar, eles estão aqui em peso”. 

Devido às condições climatéricas, a entrega de prémios foi realizada na Escola Secundária da Trofa, sendo feita a entrega de medalhas aos três primeiros classificados. Aos restantes alunos será posteriormente entregue um diploma com a classificação nas salas de aula.

Desde que estas atividades existem na escola, que o grupo de educação física, juntamente com as turmas do curso tecnológico de desporto, organizam várias atividades desportivas, ao longo do ano, para que os alunos de desporto ganhem prática na dinamização de eventos desportivos. “Esta atividade envolve uma grande preparação, dentro da sala de aula, com todas as tarefas e procedimentos da organização e preparação de eventos desportivos, que além de organizarem nas salas de aulas eles executam-nas e avaliam-nas” acrescentou Maria José Novais. Este ano, por causa das obras, a única atividade desportiva foi o corta-mato. Mas durante o estágio, “os alunos do 12º ano vão participar em projetos pontuais da Câmara, do Aquaplace, do Bougadense, do Vigorosa, e do Trofintas, que são outras experiências que eles vão ter em contextos reais”, acrescentou.

A organização aproveitou para agradecer o apoio prestado pela Câmara Municipal da Trofa, Junta de Freguesia de S. Martinho de Bougado, Polícia Municipal, GNR da Trofa e de Santo Tirso e da Paróquia de S. Martinho de Bougado na dinamização de mais uma edição do Corta Mato Escolar.

{fcomment}