As paróquias de S. Mamede do Coronado e de S. Cristóvão do Muro estão a preparar uma homenagem ao padre Manuel Domingues, para o próximo fim de semana.

 “Aquilo que um homem faz ao longo de uma vida, por muitas homenagens que lhe possamos fazer, ficamos sempre aquém daquilo que é um homem padre às comunidades, como é o caso do padre Manuel”. As paróquias de S. Mamede do Coronado e de S. Cristóvão do Muro vão fazer “uma homenagem e o reconhecimento público” ao padre Manuel Domingues por tudo aquilo que “foi e fez durante 33 anos”.

A freguesia de S. Mamede do Coronado recebe, pelas 17 horas de sábado, 7 de abril, uma celebração da eucaristia, seguido do “descerramento do busto do padre Manuel Domingues”, terminando com um jantar. Também será descerrado o novo busto do padre Joaquim Sousa Ferreira e Silva, que tinha sido furtado em abril do ano passado.

Já em S. Cristóvão do Muro será celebrada uma eucaristia, pelas 11 horas do dia seguinte, que será presidida pelo D. Pio Alves, Bispo Auxiliar do Porto, seguido do descerramento do busto do padre Manuel Domingues e de um almoço no Salão Paroquial. “Vamos homenagear o sacerdócio de um homem que, durante 33 anos, serviu S. Cristóvão do Muro e S. Mamede do Coronado. o programa é similar nas duas paróquias. Terão o momento da celebração da Eucaristia e da Ação de Graças por tudo aquilo que realizou, que celebrou, que fez e que cedeu a estas comunidades”, acrescentou Rui Alves, pároco das duas comunidades que substituiu Manuel Domingues há oito meses.

Apesar da homenagem, o pároco acredita que “ficará muito por dizer e agradecer”, pela “entrega” do padre Manuel Domingues a estas paróquias. Em nome das comunidades, padre Rui Alves deixa uma “palavra de agradecimento a Deus” pelo “dom do sacerdócio” do homenageado.

Rui Alves aproveitou para mencionar que “por coincidência”, a inauguração do novo busto do padre Joaquim Silva calha no ano em que completaria “cem anos”. “O padre Joaquim marcou tremendamente a comunidade paroquial de S. Mamede do Coronado, sendo um homem que ainda hoje é muito recordado”, mencionou, contando que a paróquia vai depositar “uma coroa de flores” junto à sua sepultura no cemitério da freguesia.