Originalmente vocacionado para honrar os cristãos que tinham sido perseguidos e martirizados por causa da sua fé, o Dia de Todos os Santos, assinalado a 1 de novembro, é atualmente um dos feriados religiosos mais significativos para os católicos.

Por todo o país, famílias inteiras rumam ao cemitério, aprimoram ainda mais os enfeites das campas dos entes falecidos e participam na celebração solene, que também antecipa o Dia dos Fiéis Defuntos, assinalado no dia 2.

Nas paróquias do concelho da Trofa, milhares de pessoas enchem, nesse dia, os cemitérios, mostrando que a tradição cristã ainda está bem enraizada nas comunidades.

Em S. Martinho de Bougado, a missa em honra de Todos os Santos e por todos os defuntos da paróquia realiza-se no cemitério da freguesia, às 16 horas do feriado.

A celebração em Santiago de Bougado está marcada para as 15.30 horas, no cemitério da localidade, e será seguida da inauguração da casa mortuária, construída pela Junta de Freguesia.

Na paróquia de Guidões, a eucaristia de Todos os Santos acontece na Igreja Paroquial, às 10 horas, seguindo-se uma romagem ao cemitério. O mesmo acontecerá em Alvarelhos, com a celebração marcada para as 16 horas.

Em Covelas, a missa está marcada para as 14 horas, na Igreja Paroquial, a que se seguirá a romagem ao cemitério. No dia seguinte, há nova celebração, às 9.30 horas, na Igreja, e romagem ao cemitério.

Na paróquia de S. Mamede do Coronado, a missa acontece às 8 horas, seguida de romagem ao cemitério. O mesmo acontecerá nas eucaristias na Capela de S. Bartolomeu e Igreja de S. Romão, às 10.30 horas e 14 horas, respetivamente.
Finalmente, no Muro, a eucaristia está marcada para as 16 horas, na Igreja, seguindo-se a romagem ao cemitério.