O Paradela venceu por 3-0 a equipa do Livração e mostrou que está a atravessar um dos melhores períodos desta temporada. Abílio Dias referiu que este triunfo é a prova que "a moral está excelente".

   Motivação foi a palavra-chave do Paradela para vencer pela segunda vez consecutiva no campeonato. A equipa da Trofa está a começar da melhor maneira a segunda volta e já somo mais de metade dos pontos que os obtidos na primeira volta. Frente ao Livração o conjunto liderado por Abílio Dias conseguiu ganhar por 3-0, mesmo terminando o jogo em inferioridade numérica.

Apesar de ter começado mal a partida, o Paradela conseguiu inaugurar o marcador aos 14 minutos, por intermédio de Luís Matos, que aproveitou um erro grosseiro da defensiva do Livração.

A resposta surgiu quase logo de seguida, na sequência de um pontapé de canto, mas Corredor não conseguiu chegar à bola com perigo.

O Paradela dominou quase toda a primeira parte, remetendo o Livração para o seu meio campo, que apenas conseguiu importunar o guarda redes Mota aos 40 minutos, num remate de Eugénio a responder ao cruzamento de Hugo.

A superioridade voltou a dar frutos ao Paradela que aumentou a vantagem já nos descontos da primeira parte. Paulinho rematou para o fundo das redes do Livração, na sequência de um cruzamento de António.

Na etapa complementar e com a expulsão de Paulinho, aos 70 minutos, esperava-se que o Livração conseguisse activar o sector ofensivo, mas foi o Paradela que continuou a ser mais clarividente na frente de ataque.

O árbitro da partida anulou um golo à equipa de Abílio Dias, aos 78 minutos, numa jogada de insistência de Cerqueira. Apesar da bola ter entrado, o árbitro considerou que o atleta trofense fez falta sobre o guarda-redes adversário.

Ainda antes do apito final, o Paradela conseguiu a "chapa três", por intermédio de Bruno, que aproveitou uma defesa incompleta de Coelho.

Abílio Dias considerou a vitória "justa" num "relvado pesado". O resultado avolumado "foi excelente" e já tardava, já que na opinião do técnico "noutras situações já o merecíamos. A melhor equipa ao longo dos 90 minutos foi o Paradela e este jogo é prova que a moral está muito boa. Tínhamos obrigação de melhorar os nossos resultados desportivos, porque os nossos adversários não são superiores".

Também o técnico do Livração considerou o Paradela "um justo vencedor". Miguel Araújo reconheceu que a equipa da Trofa foi a que "mais aproveitou as oportunidades de golo e manteve-se constante ao longo dos 90 minutos".

 

 

Jogo: Parque de Jogos de Paradela

Paradela: Mota, Pedro Carvalho, Tó Mané, Tiago Rafael (Gualter 45'), António, Becas, Pedro, Cerqueira (Miguel 86'), Paulinho, Luís Matos (Bruno Rodrigues 45') e Bruno

Treinador: Abílio Dias

Livração: Coelho, Luís Duarte, Pedro, Luís Castro, Hugo, Paulo Manuel, João Pedro, Eugénio (Saviola 82'), Baldaia (Fábio 72') e Corredor (Bardino 51')

Treinador: Miguel Araújo

Árbitro: Miguel Monteiro, auxiliado por Paulo Mesquita e Jorge Albuquerque

Cartões Amarelos: João Pedro (30'), Luís Castro (35'), Tiago Rafael (45'+2'),

Cartão Vermelho: Paulinho (70')

Marcadores: Luís Matos (14'), Paulinho (45'+4') e Bruno (89')

Resultado ao intervalo: 2-0

Resultado final: 3-0

 

Resultados 15ª jornada

Felgueiras 4-0 Regilde

Atl. Croca 1-1 Zezerense

Âncede 0-0 Soalhães

Medense 1-0 Vila Caiz

Crestuma 2-1 Zebreirense

Paradela 3-0 Livração

Folgou: Aliança Gandra

 

Próxima jornada (20-01-2008)

Regilde-Aliança Gandra

Zezerense-Felgueiras

Soalhães-Atl. Croca

Vila Caiz-Âncede

Zebreirense-Medense

Livração-Cresuma

Folga: Paradela

 

Classificação

  1. Crestuma – 30 pontos

  2. Zezerense – 29 pontos

  3. Medense – 26 pontos

  4. Felgueiras – 24 pontos

  5. Regilde – 22 pontos

  6. Atl. Croca – 17 pontos

  7. Livração – 17 pontos

  8. Paradela – 16 pontos

  9. Vila Caiz – 16 pontos

  10. Soalhães – 15 pontos

  11. Aliança Gandra – 14 pontos

  12. Zebreirense – 12 pontos

  13. Âncede – 9 pontos