As comemorações do 44.º aniversário da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Trofa foram adiadas para 24 de outubro.

Ao contrário do que é habitual, a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Trofa vai assinalar o aniversário no penúltimo sábado de outubro. A data escolhida pendia, habitualmente, para 30 de setembro, dia de aniversário, ou o primeiro fim de semana de outubro, mas este ano houve condicionantes que obrigaram ao adiamento das comemorações.

Uma delas é a pandemia de Covid-19 e o estado de contingência que o País atravessa, pelo menos, até ao último dia deste mês e que impede aglomerados populacionais. “Adiamos para 24 de outubro, mas ainda não sabemos, exatamente, em que condições serão feitas as comemorações”, adiantou ao NT Luís Elias, presidente da Associação Humanitária.

Além disso, explicou o dirigente, a intenção é que o aniversário deste ano fique marcado pela inauguração do novo edifício da instituição e bênção de duas novas viaturas.

Uma delas, a ambulância do Posto de Emergência Médica (PEM), vai substituir a já existente no quartel há 12 anos, num processo que contou com a comparticipação do INEM de “50 mil euros”.

O parque automóvel dos bombeiros será ainda apetrechado com um novo veículo de combate a incêndios florestais, que ocupará o lugar daquele que sofreu um acidente, este verão, durante as operações de combate a um fogo, que deflagrou em S. Mamede do Coronado. Esta viatura foi adquirida pela Associação Humanitária, contando com um apoio de “44 mil euros” da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil.