A exposição “Património à Prova de Água: Apontamento para a salvaguarda das Azenhas & Açudes nas margens do Rio Ave, Vila Nova de Famalicão/Trofa” do arquiteto trofense Bruno Matos vai estar exposta no Palácio das Artes – Fábrica de Talentos até ao dia 31 de outubro.

A exposição, inaugurada na tarde de segunda-feira, 7 de outubro, assinalou o Dia da Arquitetura. Esta pode ser visitada todos os dias úteis das 10 às 13 horas e das 14 às 18 horas.

Recorde-se que esta exposição, que surgiu de “uma investigação realizada no âmbito do curso de mestrado em Metodologias de Intervenção no Património Arquitetónico da Faculdade de Arquitetura da Universidade do Porto”, pretende “reavivar e alertar o visitante sobre os valores culturais inerentes a este território, impulsionando uma política de Salvaguarda, Preservação e Valorização das Azenhas & Açudes do Rio Ave – Património Arquitetónico e Paisagístico”.

O autor baseou-se no “território definido pelas margens do Rio Ave, entre os concelhos de Vila Nova de Famalicão e Trofa, onde perduram imensos núcleos pré-industriais regidos por um conjunto de Azenhas e Açudes que subsistem ao longo de séculos entre a água e a terra”. A intenção é “partilhar a viagem realizada durante três anos de investigação, através de um apontamento refletivo sobre o passado, o presente e o futuro do Património Arquitetónico e Paisagístico do Rio Ave”. Para que esse objetivo seja atingido, vão estar expostos “painéis compostos por fotografias, desenhos, cartografia e esquemas planimétricos que localizam, identificam e transportam o visitante no tempo e no espaço”.