quant
Fique ligado

Noticias

Pagamentos digitais cada vez mais presentes nas “carteiras” dos portugueses

Publicado

em

Se o teletrabalho é face mais visível das alterações trazidas pela pandemia ao mercado laboral, o mesmo acontece com a crescente disseminação do digital nos hábitos de consumo.

Neste particular, de acordo com um recente relatório da GfK para a Visa, divulgado pelo Observador, acaba por ser relevante a crescente adoção dos pagamentos digitais pelos consumidores e, subsequentemente, pelos retalhistas, bem como o aumento das compras online.

Começando pelas compras online, o estudo revela que 44% dos consumidores portugueses começaram ou aumentaram as compras online quando o período de confinamento foi decretado, uma tendência que acabou por ter impacto no modo no comportamento em relação aos pagamentos eletrónicos e ao comércio eletrónico, com mais de 48% dos inquiridos a utilizarem mais este método de pagamento, em comparação com a sua utilização antes da pandemia.

O digital é a nova realidade tanto para consumidores como para comerciantes e acreditamos que este comportamento vai continuar no futuro”, refere Roble Dorronsoro, Diretora da área de relação com Comerciantes e Aceitação da Visa para o Sul da Europa, uma realidade que, segundo esta responsável, se está a transformar numa certeza, uma vez que, sublinha, “os consumidores já estão conscientes das vantagens dos pagamentos digitais, e ter a sua ‘carteira’ disponível no seu smartphone, por exemplo, poder pagar rapidamente com contactless, através de cartões ou mesmo smartphones, tornou-se parte do nosso dia-a-dia”.

Pagamentos Contactless: uma revolução imparável

Para além do extraordinário crescimento do comércio online durante a pandemia que veio exacerbar a importância dos retalhistas apostarem em vendas multicanal e a apostarem mais fortemente no marketing digital, o estudo da GfK acaba por realçar a gradual e consistente substituição do dinheiro físico pelos pagamentos contactless ao longo dos últimos meses.

Dos portugueses inquiridos ao longo da realização do estudo, cerca de 45% referiram que tiveram uma utilização limitada de dinheiro físico nas lojas a favor dos pagamentos digitais desde o início da pandemia.

Esta “aversão” às transações com dinheiro físico acabou por significar que dos consumidores lusos tenham aumentado em 39% e 48%, respetivamente, a taxa de utilização do cartão de débito e dos pagamentos contactless (cartão de débito/crédito, smartphones e wearables) nas compras físicas em loja.

Publicidade

De referir que o crescimento da utilização de tecnologia contactless nos pagamentos em loja física foi o mais proeminente entre todos os países do estudo.

A penetração do contactless no universo dos pagamentos nos retalhistas portugueses adquire uma expressão ainda mais impressionante se olharmos para os últimos dados apresentados pela solução de conhecimento REDUNIQ Insights para o período que foi de 1 de dezembro a 2 de janeiro.

Assim, a 2 de janeiro deste ano, os pagamentos contactless representavam já 52% do total de operações efetuadas na rede de pagamentos da REDUNIQ, um valor que contrasta com os 36,1% e os 8,5% registados em igual período de 2020 e 2019, respetivamente.

Além de comprovar a gradual consolidação dos pagamentos sem contacto, e até uma crescente adesão dos portugueses a novas formas de pagar baseadas na utilização do smartphone ou wearables, este aumento substancial da importância dos pagamentos contactless nos hábitos de consumo dos portugueses acaba por “obrigar” os negócios a ajustarem-se às necessidades e preferências dos consumidores.

Neste domínio, é de destacar o papel da REDUNIQ, que através do desenvolvimento tecnológico de terminais de pagamento (TPA) inovadores, está a ajudar os retalhistas a adotarem ferramentas digitais nas suas lojas físicas de modo a estimularem as suas vendas.

Um belo exemplo do compromisso desta marca da UNICRE – instituição financeira de crédito, para com a reconversão dos meios de pagamento disponibilizados pelos retalhistas no pós-pandemia é o REDUNIQ Smart, um terminal de pagamento automático Android que, além de permitir que uma loja física aceite pagamentos por cartão por contactless, chip, MB WAY, Apple Pay e Google Pay, traz ainda incorporadas um conjunto de apps de gestão que auxiliam os negócios e lhes permitem ser totalmente móveis e digitais.

Ao funcionar como TPA Contactless e centro de gestão com ligação ao mundo digital, esta nova solução TPA Android da REDUNIQ oferece uma flexibilidade extra aos negócios na gestão dos seus recursos, uma vez que, por exemplo, com a app ZS Mobile um lojista pode registar pedidos no terminal, faturar (certificação da AT) ou elaborar orçamentos e encomendas mesmo sem ligação à Internet, enquanto com a aplicação WinRest ou ZSRest, um negócio de restauração passa a poder apresentar menus, registar e confirmar pedidos de clientes e ainda integrar o seu software de faturação num único TPA físico.

Publicidade
Continuar a ler...

Desporto

Futsal: CR Bougado perde em Vila Nova de Gaia

Publicado

em

Por

Perante o Juventude de Gaia, equipa que desceu dos campeonatos nacionais, o Centro Recreativo de Bougado teve o primeiro dissabor da época, na Divisão de Elite, da Associação de Futebol do Porto.

Em jogo da 2.ª jornada da série 1, a boa réplica dos trofenses na viagem a Canidelo não foi o suficiente para conquistar qualquer ponto e acabaram por sair derrotados por 2-1, numa partida em que o resultado se manteve incerto até ao final.

A formação trofense, que segue no 4.º lugar da prova, com 3 pontos defronta, na próxima jornada, o líder Cohaemato.

Continuar a ler...

Desporto

Bougadense volta a vencer

Publicado

em

Por

O Atlético Clube Bougadense bateu, esta tarde, o AC Milheirós, por 1-0, em jogo da 4.ª jornada da série 1 da Divisão de Honra da Associação de Futebol do Porto.

A jogar perante os seus adeptos, o golo solitário de Maciel bastou para dar aos bougadenses o segundo triunfo consecutivo na competição e colocar a equipa no 3.º lugar, com sete pontos, em três jogos realizados.

Na próxima jornada, a formação da Trofa desloca-se ao terreno do atual segundo classificado, Lavrense, onde espera manter o registo do bom início de época.

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também

} a || (a = document.getElementsByTagName("head")[0] || document.getElementsByTagName("body")[0]); a.parentNode.insertBefore(c, a); })(document, window);