quant
Fique ligado

Noticias

Vou comprar um apartamento e estou a ponderar fazer um seguro. Que seguros associados à habitação são obrigatórios?

Existem seguros obrigatórios e facultativos.

Publicado

em

Existem seguros obrigatórios e facultativos.

O seguro de incêndio é obrigatório para os edifícios em regime de propriedade horizontal e deve cobrir o risco de danos provocados no imóvel por incêndio na fração autónoma e nas partes comuns do edifício, como por exemplo os elevadores ou a garagem.

O seguro deve ser feito pelos proprietários para o que deverá ser incluída a modalidade “Incêndio e Elementos da Natureza”.

Poderá ainda optar por um seguro de “Multirriscos”, mais abrangente e que poderá cobrir outros riscos com coberturas facultativas, designadamente de danos no imóvel ou no seu recheio, podendo também incluir a cobertura de responsabilidade civil.

Caso não cumpra, caberá ao administrador do condomínio fazê-lo no prazo e pelo valor definido na assembleia de condóminos, ficando os proprietários sujeitos ao respetivo reembolso.

Antes de contratar este seguro para a habitação, deve pedir e comparar várias propostas, solicitando ao segurador ou mediador de seguros um conjunto de informações, nomeadamente os riscos cobertos e exclusões, as coberturas facultativas e eventuais franquias e ainda sobre os critérios utilizados para determinar o valor das indemnizações.

Alertamos ainda para outros aspetos ligados, por exemplo, à proteção contra roubo ou aos meios de combate a incêndio, que são ainda fatores a ter em conta e devem ser avaliados na contratação do seguro, face ao impacto que terão no respetivo preço.

Publicidade

Se precisar de informação complementar contacte a DECO (223 391 961 / gas.norte@deco.pt) ou aceda à plataforma on-line em www.gasdeco.net .

Continuar a ler...
Publicidade

Edição 766

Crédito Agrícola premeia associação que apoia crianças e jovens deficientes de Vizela

Publicado

em

Por

O Crédito Agrícola premiou o projeto da AIREV – Associação para a Integração e Reabilitação Social de Crianças e Jovens Deficientes de Vizela, no concurso “DIA CA Sempre Sustentável”.
Destinada a apoiar entidades da economia social, clientes do grupo financeiro, esta iniciativa tem como objetivo “implementar projetos de impacto positivo no ambiente, nomeadamente nas áreas da descarbonização, economia circular ou serviços dos ecossistemas”
A AIREV foi a associação a merecer o prémio da região Norte, no valor de dez mil euros, que servirão para adquirir um veículo elétrico.
“O carro eléctrico será uma mais-valia para a AIREV pois permitirá dar resposta às várias solicitações sociais ativas que exigem a deslocação de técnicos e utentes, mas com custos mais reduzidos – o que representará uma poupança a longo prazo, fator de extrema importância para uma instituição social de dimensão concelhia. Além disso, a utilização de um carro eléctrico beneficiará o ambiente, pois será reduzida a emissão directa de gases poluentes para a atmosfera”, explicou o Grupo Crédito Agrícola, em nota informativa.
A entrega simbólica do prémio aconteceu a 20 de maio, num momento em que esteve presente o administrador do Crédito Agrícola Mútuo do Médio Ave, António Abreu.
No concurso, foram ainda contemplados com um prémio monetário a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Cabanas de Viriato (região Centro), o Grupo de Socorro Animal de Portugal (região Sul) e Querer é Saber – Associação – Açores (Ilhas).
Através do concurso “DIA CA Sempre Sustentável”, o Crédito Agrícola pretende cimentar o posicionamento como “banco de referência na temática da sustentabilidade, assumindo o compromisso de contribuir para a preservação dos ecossistemas, a redução na produção de resíduos, a redução dos impactos das alterações climáticas, o combate às desigualdades sociais e de ser uma voz ativa na promoção de práticas de sustentabilidade”.

Continuar a ler...

Trofa

Encontrada sem vida mulher desaparecida em Santiago de Bougado

A mulher desaparecida desde a manhã desta sexta-feira foi encontrada sem vida, na Rua Nicolau Nasoni, em Santiago de Bougado.

Publicado

em

Por

A mulher desaparecida desde a manhã desta sexta-feira foi encontrada sem vida, na Rua Nicolau Nasoni, em Santiago de Bougado.

Carlinda Campos terá sofrido uma paragem cardiorrespiratória enquanto caminhava naquela zona, que dá acesso ao rio.

No local estão os Bombeiros Voluntários da Trofa e a Guarda Nacional Republicana.

Continuar a ler...

Edição Papel

Comer sem sair de casa?

Facebook

Farmácia de serviço

 

arquivo

Neste dia foi notícia...

Ver mais...

Covid-19

Pode ler também