A Polícia de Segurança Pública de Santo Tirso deteve um padre durante a realização de um batizado. O homem, de cerca de 40 anos, era procurado pelas autoridades já que o Tribunal de Viana do Castelo tinha emitido um mandato de captura, por recaírem sobre o individuo suspeitas da pratica do crime de burla.

 O padre, que há cerca de um mês terá devolvido à Diocese a credencial que lhe permitia exercer o sacerdócio, foi detido cerca das 16 horas, quando procedia a um Batismo, em Areias, concelho de Santo Tirso, segundo informação do gabinete de Relações Públicas da PSP do Porto.

Ainda de acordo com a PSP o homem, depois de consumada a detenção foi levado pela GNR para Viana do Castelo, onde alegadamente terá sido presente ao Juiz.

Contactada pelo NT, fonte do Ministério Público daquela comarca escusou-se a confirmar se o homem foi ou não presente a tribunal, alegando estar sujeita ao Segredo de Justiça.

O NT contactou ainda o padre Fernando Ramos, da paroquia de Alvarelhos, que confirmou a detenção do referido Padre mas remeteu para as autoridades policiais mais esclarecimentos.

A 21 de Abril o Padre agora detido organizou no concelho da Trofa a Festa Ecuménica das Famílias, que decorreu no Parque Nossa Senhora das Dores. Na altura, em entrevista, o Padre confidenciou ao NT que pretendia até "instalar-se na Trofa, onde queria comprar uma casa".

Já esta sexta feira, a sic avançou igualmeente com a notícia. Veja aqui a reportagem.