Comemora-se os 400 anos do nascimento do Padre António Vieira, influente personagem do Sec. XVI, politico, missionário, escritor e pregador. Dá-se relevo ao seu papel de jesuíta e são famosos os seus sermões. Grande defensor dos índios e judeus, numa época onde os índios ainda não eram considerados seres humanos, grande lutador contra a escravatura, foi sempre um grande dissidente da orientação geral. Esta dissidência trouxe-lhe grandes problemas com a Santa Inquisição tendo sido condenado pela mesma e proibido de pregar.

 Tem-se de lhe reconhecer uma grande coragem, quer física quer intelectual, para defender posições que arrostavam com os poderes dominantes.

Como era possível alguém questionar as directrizes da Santa Igreja ?

Ainda por cima padre….

"Se os pequenos comerem os grandes, bastara um grande para muitos pequenos, mas como os grandes comem os pequenos, não bastam cem pequenos, nem mil, para um só grande" . Não, não é uma alegoria aos tempos modernos e ao sistema ultra liberal em que vivemos. São palavras do seu "Sermão aos Peixes".

Ou será que são mesmo palavras actuais ? Estou confuso…

Se tivesse nascido há cerca de 30 anos estaria agora a lutar pelos direitos dos imigrantes e das minorias étnicas.

Estaria a lutar contra o centralismo e federalismo desta União Europeia que nos vai garroteando.

Estaria a lutar pelo direito ao trabalho.

Estaria a lutar por melhores condições de vida para todos os excluídos.

Estaria a lutar para que não tivéssemos que pagar para ter direito à saúde e educação. Estaria a lutar pelo direito a uma habitação condigna.

Estaria a lutar pelo direito de igualdade de oportunidades.

Estaria a lutar contra os grandes grupos económico-financeiros que vão sugando o pouco que os pobres têm.

Estaria a lutar contra as grandes empresas que estão desmatando as florestas amazónicas.

Estaria a lutar contra o analfabetismo e ileteracia.

Estaria a lutar contra a pobreza.

Estaria a lutar…. Tantas e tantas lutas a favor dos mais desfavorecidos.

400 anos passados e estaria novamente a pregar aos peixes….

 

pauloqcruz@netcabo.pt