Realizaram-se na passada semana duas sessões públicas em S.Tiago e S. Martinho de Bougado para se discutir as alternativas para a localização dos Paços do Concelho e naturalmente captar opiniões dos cidadãos, sempre tão validas.

Pelo elevado número de presenças registadas em ambas as sessões, apesar de acontecerem a dias de semana, conclui-se que a localização dos Paços do Concelho é um assunto sempre presente na vida e nas preocupações dos Trofenses.

Alheio não será o facto de há mais de dez anos este ser um sonho e uma ambição dos Trofenses, que sempre lutaram pela sua independência e até hoje não possuem um local a que orgulhosamente possam chamar como o edifício da “nossa Câmara Municipal”!

O processo da escolha da localização dos Paços do Concelho tem sido longo e recheado de polémicas e não esqueçamos a ideia do executivo camarário de construir os Paços do Concelho no Parque Nossa Senhora das Dores, à qual os Trofenses repudiaram de forma clara e inequívoca e que obrigou o Sr. Presidente da Câmara a abandonar essa localização.

Estarão agora em cima da mesa três opções: os terrenos da denominada “Feruni”, o lugar conhecido pela “Serração da Capela” e os terrenos da Estação de Caminho de Ferro, mas penso que novas opções e soluções poderão surgir no desenvolver do processo de decisão.

Paralelamente a estas sessões e para apoiar a decisão politica foi criada uma Comissão para a localização dos Paços do Concelho.

Desta Comissão fazem parte notáveis da Trofa de varias áreas, desde o urbanismo, è economia passando pelo direito e os autarcas das freguesias de S. Tiago e S. Martinho de Bougado.

Esta Comissão que considero idónea e responsável tem pela frente um trabalho difícil de ir ao encontro da melhor opção do ponto de vista técnico, para a localização dos nossos Paços do Concelho.

Talvez correndo o risco de a minha opinião ser considerada “paroquiana” não posso deixar de a expor.

Não questiono que o edifício da Câmara Municipal da Trofa se deva localizar numa das freguesias da sede do concelho.

Naturalmente que assim deverá ser!

Mas, questiono o facto de nesta Comissão para a localização dos Paços do Concelho, não existir nenhuma representação das restantes 6 freguesias que constituem o concelho da Trofa.

Limitar a discussão da localização apenas as duas freguesias é um erro!

A discussão assim nestes parâmetros, parece-me a mim, ficar condicionada e a ideia base de a localização servir todos os munícipes se perder e deturpar.

Seria importante e mesmo crucial integrar nesta Comissão membros das restantes freguesias, realizar sessões iguais às realizadas na semana passada nas restantes freguesias, ouvir e respeitar as opiniões de quem não vivendo no centro do concelho, tem o direito de contribuir para um processo que se pretende participativo e exemplo de uma sociedade democrática e que vive em pleno a sua cidadania.

Não vamos limitar esta decisão apenas as duas freguesias que receberão os Paços do Concelho!

Vamos alarga-la e torna-la um projecto global em que todos se sintam envolvidos.

À Comissão desejo um bom trabalho e que brevemente a decisão politica seja tomada de forma consciente e séria pois os Trofenses anseiam por verem o sonho tornado realidade.

 

 

Teresa Fernandes