Não liguem excessivamente ao título, porque ele apenas pretende despertar o interesse para a leitura e para sossego de todos vislumbra-se o período de rescaldo!

Vénias para os Bombeiros, verdadeiros soldados em tempo de paz, que zelam pelo nosso socorro! Seja nos fogos, nas inundações, nos acidentes ou até mesmo quando a porta se tranca no último andar de um prédio e é necessária uma escada para entrar pela varanda!

O seu voluntarismo é heroico e os trofenses têm-no reconhecido, pelos mais de 9000 associados de que dispõe a Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários (AHBV). As quotas e os donativos, permitiram a construção de um quartel de enormes dimensões, com um notável conforto e dotado de excelentes meios: 8 ambulâncias transporte de doentes, 7 ambulâncias de socorro, 2 viaturas de desencarceramento, 3 auto tanques, 1 auto escada, 8 veículos de combate a incêndio, 1 barco, 4 carros de apoio, etc.

Voluntarismo extensível a uma direção (demissionária) que, mesmo zelando pelos meios que a população trofense colocou ao serviço da sua AHBV, levou ainda mais avante o sentido de responsabilidade social, tratando da mesma forma a creche e jardim-de-infância, assim como outras obras de relevo, com a criação de uma biblioteca, de um museu, abrindo ainda a Associação a todos os trofenses, criando parcerias com outras associações de onde se destacou a Universidade Sénior e a parceria com o Rotary Club da Trofa.

Como se tudo isto não fosse pouco, ainda mantém cerca de 50 postos de trabalho, com ordenados em dia, executando um orçamento de cerca de um milhão e quinhentos mil euros, mantendo-se num estado de saúde e equilíbrio financeiro invejável, ímpar entre todas as AHBV de todo o país, facto que lhes valeu um voto de louvor na Assembleia-Geral de associados, do passado dia 31 de março. Diria mesmo que, na atualidade, foi gerida como uma das 100 maiores e melhores empresas da Trofa, facto que deve orgulhar os trofenses! Obrigado a todos os que despenderam do seu tempo e principalmente às suas famílias, para que a bravura de todos aqueles que conduziram a sua história nos traga esta atualidade.

Todos já precisamos desta estrutura e sabemos que vamos voltar a precisar, o que nos compromete a manter um dos grandes baluartes da Trofa! Devemos, por isso, nas condições de associados, não nos divorciarmos dos nossos direitos e deveres, participando no ato eleitoral do próximo dia 11 de agosto, dando um voto inequívoco de apoio a todos aqueles que oferecem o seu tempo ao serviço da comunidade.