A Polícia Judiciária desencadeou hoje uma operação no âmbito da investigação de pornografia infantil, que envolve 71 buscas domiciliárias e cerca de 300 agentes em Portugal continental e ilhas.

Fonte da PJ, disse à Lusa que o objectivo da operação é a apreensão de material informático relacionado com pornografia infantil.policia-judiciaria.gif

"O objectivo é a apreensão de material informático sobre pornografia, nomeadamente a detecção de transferência de ficheiros pornográficos", disse a fonte, acrescentando que a maior incidência da operação recai nas áreas da grande Lisboa e grande Porto.

A operação "predador", que decorre durante todo o dia, está a cargo de elementos da Secção Central de Investigação da Criminalidade de Alta Tecnologia (SCICAT) da Direcção Central de Investigação da Corrupção e da Criminalidade Económica e Financeira (DCICCEF).